Colunistas

< voltar
Alysson Lisboa Neves Jornalista
28/Mar/2017 - 11h22 - Atualizado em 28/Mar/2017 - 14h26

Apple Park: o sonho de Steve Jobs está virando realidade

Sonho de Steve Jobs vira realidade com o lançamento do Campus Apple Park


Por Alysson Lisboa Neves Belo Horizonte
O complexo Apple Park tem previsão de inauguração já no mês que vem
Crédito: Google Maps

Caso Steve Jobs estivesse vivo, ele estaria realizando o sonho de ver de pé o Apple Park, complexo de prédios que vai abrigar toda a inteligência e força de trabalho da marca nos Estados Unidos. A obra já nasce com vários diferenciais, coisa comum quando o assunto é Apple, não é mesmo?

Um marco na arquitetura com seu imenso prédio circular tem o maior revestimento de vidros curvos do mundo. O complexo Apple Park vai abrigar 20 mil funcionários e terá, entre outras coisas, pomares, lagos, academia e teatro com capacidade para 1 mil pessoas. Uma preocupação da empresa é realizar uma obra que seja o marco também na questão da sustentabilidade. Cerca de 80% do espaço será coberto de área verde e toda a energia produzida por painéis solares será utilizada para consumo próprio. Jobs morreu em 2011, vítima de câncer.

Steve Jobs morreu em 2011 antes de ver de pé seu projeto de construção do Apple Park

Crédito: Reprodução/Internet

O projeto consumiu US$ 5 bilhões e está sendo construído desde 2013. Nada é mais emblemático que inaugurar o complexo de prédios no mesmo ano em que a Apple comemora os 10 anos do iPhone - um divisor de águas na história dos celulares e da empresa. Jobs lançou com o aparelho uma mudança no setor que gerou impacto em toda cadeia de produção. Atualmente, telas sensíveis ao toque são uma obrigação nos aparelhos mais modernos. Seu design e facilidade de uso são perseguidos pelos concorrentes.

Projetado para ser, segundo Jobs, o lar da inovação para as futuras gerações, o Apple Park será um lugar inspirador para funcionários e um exemplo para o mundo de que é possível aliar design e responsabilidade ambiental. A maior empresa de tecnologia do planeta tem agora o mais moderno complexo de P&D dos Estados Unidos. 

Um computador com personalidade

Quando a Apple lançou o Macintosh, em 1984 (foto acima), ela introduziu não apenas um novo computador, mas inaugurou o conceito de uma interface intuitiva e totalmente diferente dos computadores da época, os PCs da IBM.

A experiência do usuário tornou-se uma regra primordial dentro da empresa. Jobs era tão preocupado com design que até os componentes internos, como chips e memórias, tinham que ter um desenho diferenciado.

A Apple, desde seus primeiros computadores, concentrou esforços no sentido de melhorar os produtos, criar novos mercados e inovar. O slogan utilizado na época do lançamento do Mac em 1984 “The computer for the rest of us” ainda é muito atual. Ele retrata o olhar da empresa na buscar por soluções que facilitam, cada vez mais, a realização de tarefas cotidianas de modo simples e prático.

O Apple Park terá área de visitação, café e loja de produtos. Um lugar para inspirar funcionários e todos os aficionados por tecnologia. Confira o vídeo produzido com drones que sobrevoam a área construída. Para conhecer mais a fundo a mente brilhante do fundador da Apple, recomendo a leitura da biografia escrita por Walter Isaacson.

Veja vídeo:

#apple#iphoneFavoritar

Sobre o autor
Alysson Lisboa Neves Jornalista

Especialista em produção em mídias digitais e mestre em comunicação digital interativa pela Universidad de Vic, Espanha. Mais de 20 anos de experiência em mídia impressa e digital, tendo passado pelos jornais Hoje em Dia e Estado de Minas. Na Revista Encontro desempenhou a função de editor de novas mídias, coordenador da equipe digital e colunista. É também especialista em desenho de jornais e revistas em tablets e smartphones. Foi professor de jornalismo no Centro Universitário de Belo Horizonte - Uni-BH. Professor de pós-graduação no Centro Universitário Una. É palestrante nas áreas ligadas ao jornalismo digital, novas mídias, inovação em desenho de jornais e revistas, redes sociais e marketing digital. É colunista do Portal Uai e consultor de novas mídias e marketing digital.

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.