Colunistas

< voltar
Alysson Lisboa Neves Jornalista
21/Aug/2017 - 10h50 - Atualizado em 21/Aug/2017 - 11h29

Lições deixadas pelo Fire inspiram empresários e produtores no fantástico mundo da web

Dicas para você começar agora a empreender na web e conquistar clientes


Por Alysson Lisboa Neves Belo Horizonte
O Palácio das Artes ficou lotado durante os dois dias do evento

Crédito: Simi/Divulgação

Belo Horizonte recebeu a terceira edição do Fire. O evento foi realizado pela Hotmart e reuniu mais de 2 mil participantes em busca de conhecimento sobre o mercado de marketing digital. Dividiram o palco do Palácio das Artes nomes como Erico Rocha, Niel Patel, o biomédico Aubrey de Grey, Diego de Oliveira gerente da Coca-Cola, João Veloso da BMW, Conrado Adolpho, Vitor Peçanha da Rock Content e tantos outros. Foram dois dias de aprendizado e muitas lições. Alguns participantes e palestrantes conversam com o Simi e nós garimpamos algumas dicas para você. Confira!

Luiz Tatit, produtos musical do Palavra Cantada
Luiz Tatit, produtos musical do Palavra Cantada: "Estou aqui para aprender como ampliar os negócios da empresa
Crédito:Simi/Divulgação

1 - Tenha persistência para seguir em frente

O sucesso não acontece do dia para a noite. É comum ver artistas, produtores e empresários fazendo sucesso na web e logo pensamos que a ascensão foi meteórica, mas não é bem assim. A visibilidade na mídia acontece geralmente quando a carreira já está consolidada. Paulo Tatit, artista musical do Palavra Cantada, canal hoje com mais de 270 mil inscritos e milhões de visualizações em seus vídeos, define o sucesso como uma longa e paciente trajetória. “A gente foi passado pelas transformações sociais e tecnológicas. Nosso principal suporte que era o CD e ele simplesmente desapareceu”. Para não cair nos esquecimento o Palavra Cantada se transformou em um produto mais audiovisuais e coisa evoluiu. Foram clipes, Youtube e shows para dar conta das transformações da audiência. Persistência e diversificação de produtos é o segredo do sucesso!

Vitor Peçanha da Rock Content
Vitor Peçanha da Rock Content: O mercado agora está se profissionalizando
Crédito: Simi/Divulgação

2 - Alcance e segmentação para diversos públicos

Existe conteúdo demais no mundo, mas nunca se consumiu tanta informação como hoje. Os profissionais percebem que a segmentação é a chave do sucesso. Vitor Peçanha, SEO da Rock Content, presente também no evento, contou um pouco sobre a evolução do mercado. “Antigamente os infoprodutos eram mais genéricos. Os invés de poucas pessoas ganhando milhões agora serão muitas pessoas ganhando um bom valor”. O segredo é segmentar para conquistar públicos cada vez mais específicos.

Victor Damásio
Victor Damásio ensina alunos como começar do zero e alcançar o sucesso
Crédito: Simi/Divulgação

3 - Faça algo que você realmente ame

Victor Damásio ajuda as pessoas que buscam ou querem vender cursos digitais na internet. A união de lucro e propósito de vida é o conselho do empresário Damásio para quem está começando. “Mais que buscar retorno financeiro é preciso fazer algo que você realmente ame”. Outro conselho que o Victor Damásio dá é sobre a entrega dos produtos e serviços. Mais que vender um curso é preciso acompanhar a evolução do cliente na plataforma. Esse é o crescimento sustentável do mercado de infoprodutos, destaca o empresário que também ministra treinamentos para quem quer começar do zero um negócio digital.

4 - Educação a distância é tendência e vai crescer

O que você sabe ensinar? Grave um vídeo e comece logo. “Vendo o mercado de outros países o que fazemos aqui no Brasil está apenas arranhando a superfície. Há um grande espaço para crescimento de cursos online”. Já imaginou um curso que ensina como surfar melhor? Será que possível produzir um curso online com essa temática? O empresário não só acha possível com um de seus alunos fez a primeira venda desse curso na internet. Hoje as pessoas se interessam muito mais por resultado que diploma, afirma Damásio. O mundo está mudando. A informação está disponível em abundância e qualquer pessoa pode aprender sobre qualquer assunto. Todos podem ensinar e existe muita gente que quer aprender.

No Brasil são 14 milhões de desempregados. Os empregos no setor público estão cada vez mais escassos. O cenário parece ser desfavorável para que busca empreender? Nada disso. Esperar o emprego bater na porta não dá mais. É hora de arriscar e construir o futuro. A internet é um poderoso canal de vendas que pode alcançar a audiência nos lugares mais longínquos do planeta. Basta uma boa ideia, persistência e resiliência para seguir em frente. Vender e enfrentar, diariamente, os obstáculos. Vencer as barreiras e crescer sempre.

Vivemos agora um momento muito propício para o empreendedorismo digital. Canais consolidados, audiência receptiva a novos produtos e o mais importante, gente capaz de ajudar. O mundo mudou rapidamente e nos proporciona um contato direto com a nossa audiência. Então, você está preparado para construir uma carreira de sucesso?

 

 

#fire2017#hotmart#nielpatelFavoritar

Sobre o autor
Alysson Lisboa Neves Jornalista

Especialista em produção em mídias digitais e mestre em comunicação digital interativa pela Universidad de Vic, Espanha. Mais de 20 anos de experiência em mídia impressa e digital, tendo passado pelos jornais Hoje em Dia e Estado de Minas. Na Revista Encontro desempenhou a função de editor de novas mídias, coordenador da equipe digital e colunista. É também especialista em desenho de jornais e revistas em tablets e smartphones. Foi professor de jornalismo no Centro Universitário de Belo Horizonte - Uni-BH. Professor de pós-graduação no Centro Universitário Una. É palestrante nas áreas ligadas ao jornalismo digital, novas mídias, inovação em desenho de jornais e revistas, redes sociais e marketing digital. É colunista do Portal Uai e consultor de novas mídias e marketing digital.

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.