Eventos

< voltar

Palestra: como construir uma máquina de crescimento para sua empresa

Palestra: como construir uma máquina de crescimento para sua empresa
Rafael Braga-Kribitz é fundador do Growth Team, a primeira agência de Growth do Brasil.
Divulgação
Nesta terça-feira, 18 de abril, de 18h às 21h, o SEED realiza a palestra "Como construir uma máquina de crescimento para sua empresa", com Rafael Braga-Kribitz, sobre estratégias de Growth Hacking.

#capacitação#empreendedorimo#palestra#seed#SeedMG

Data
Local
18/Abr/2017 - 18h00 Exportar para sua Agenda
SEED Praça Rui Barbosa, 104, 2º andar, Centro
Belo Horizonte/MG

Programação

A palestra terá a duração de 3h, divididas nos seguintes momentos:

  1. Processos que suportam o crescimento sustentável (1h);
  2. Táticas de growth hacking (1h);
  3. Q&A com CEOs para discutir estratégias dos seus negócios.

Sobre o palestrante, Rafael Braga-Kribitz:

  • Fundador do Growth Team, a primeira agência de Growth do Brasil.
  • Como consultor de Growth Hacker já ajudou em empresas na Áustria, Alemanha, Cabo Verde, EUA, República Checa, Portugal, Inglaterra e Brasil.
  • Fundador do Meetup de Growth Hacking em Graz, Áustria.
  • Administrador da maior comunidade de Growth Hacking do Brasil.
  • Construiu uma rede com mais de 10 mil WORLD CLASS Marketers e Founders em 1 ano.
  • CPO e Número 3 na Easy Taxi, a primeira plataforma de solicitação de corridas do mundo a atingir o mainstream, recebeu mais de $40M em investimento e operando em +50 países.
  • CEO e Fundador do Zimp.me recebeu R$ 350.000 em investimento anjo e deu exit e a plataforma foi adquirida pela Rede Pay em 2017.
  • Co-fundador da TÁPRONTO software house, capturou as grandes marcas de varejo nacional e vendeu em 1,3 anos.
  • Construiu 2 lifestyle business no setor de óleo e gás.
  • Abriu um "iFood" em 2004 e vendeu o domínio para a brastemp.

Como Chegar

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.