Notícias

< voltar
06/Jun/2017 - 11:02 - Atualizado em 08/Jun/2017 - 10:53

10 coisas que você precisa saber para montar uma startup de sucesso

O Simi preparou algumas dicas rápidas para você não errar na hora de criar sua startup de sucesso. Confira!


Por Alysson Lisboa/SIMI Belo Horizonte

Está na moda. Todo mundo quer empreender e abrir uma empresa de sucesso. Muitas vezes inspirados em Mark Zuckerberg, do Facebook, ou Brian Chesky, do AirBnB, jovens estão buscando ajuda para montar uma startup e ganhar o mundo. O Simi - Sistema Mineiro de Inovação  - mostra algumas dicas para você entender melhor os desafios de montar uma startup e alcançar o sucesso. Topa o desafio?

Dica 1 - Incerteza é a sua única certeza!

O ambiente das startups é um território inóspito para quem busca segurança e tranquilidade. Dormir poucas horas, perder longos finais de semana e mudar radicalmente sua rotina. Diferentemente dos ambientes corporativos com carreiras sólidas e estáveis como na engenharia ou na medicina, empreender é para quem não busca rotina ou um trabalho burocrático. Ficar rico rapidamente é algo que também não vai acontecer. Você passará muito tempo - a média são cinco anos - sem ganhar dinheiro com sua startup. Você está realmente preparado?

Dica 2 - Você não pode fugir da escola

Alguns empreendedores de sucesso como Bill Gates, Steve Jobs e Zuckerberg não concluíram a faculdade. No entanto, você precisa considerar que todos eles estavam cursando uma universidade quando resolveram empreender. Além disso, o ecossistema e as facilidades para criar empresas nos Estados Unidos são bem diferentes do Brasil. O poder aquisitivo alto e o acesso ao crédito são algumas características que não podem ser aplicadas integralmente na realidade brasileira. Além disso, é na faculdade que fazemos contatos, conhecemos professores que buscamos inspiração e fazemos muito network.

Dica 3 - Monte um time diverso e heterogêneo

Um amigo com competências semelhantes ou que tenha a mesma formação que a sua, muitas vezes pode contribuir pouco na ideia proposta. Procure profissionais dispostos a encarar os desafios e com atuações em áreas que vão se somar à ideia inicial da startup.  Busque gente antenada, com experiências diversas e que olhe as coisas de outra maneira. Essa discussão, diversidade e visão de mundo ajudam demais na hora de encarar os desafios.

Dica 4 - Um time com os mesmos valores

Apesar das diferenças culturais ou visão de mundo, importantes demais para o sucesso da startups, o time precisa estar 100% focado no projeto e, como diria Israel Salmen, da Méliuz, ter “sangue nos olhos”. Quando você olha para o colega ao lado da sua mesa e o observa com admiração é sinal de que você está no lugar certo. Em uma startup, que geralmente começa com pouquíssimos colaboradores e recursos escassos, você precisa de gente que faça de tudo um pouco, que esteja disposto a ajudar, encarar desafios e se envolver nos problemas de modo amplo. Seu time precisa se sentir como dono da empresa. Só assim os colaboradores vão se engajar na ideia e resolver os desafios diários.

Dica 5 - Sua ideia vai impactar a vida das pessoas?

Sua startup é para abarrotar a conta bancária de recursos, infelizmente, você está no caminho errado. Uma startup nasce para resolver a “dor” de algum segmento ou nicho de mercado e precisa, fatalmente, ser seu primeiro propósito. Para se ter uma ideia, caso queira estudar na Singularity University - universidade que fica dentro da Nasa nos Estados Unidos -,  os projetos aprovados precisam impactar um bilhão de pessoas. Qual a parcela da população sua startup vai impactar? Esse problema que a sua solução ataca é comum em outros bairros, cidades ou países? Pense que sua empresa será movida por usuários e não por produtos. É necessário que as pessoas consumam seu aplicativo ou solução e possam, assim, trazer novos usuários para consumir. Esse ciclo é a base do sucesso no mundo das startups.

Dica 6 - Você precisa falhar rápido e sem gastar dinheiro

Um dos maiores erros que as startups cometem no início é pensar em prototipar a ideia gastando dinheiro e o mais valioso dos recursos, o tempo. Faça um MVP (produto minimamente viável) de modo mais rudimentar possível para que você consiga apresentar às pessoas. Ninguém está preocupado, a princípio, no desenho do projeto, e sim nas funcionalidades. Alan Key, um engenheiro do MIT, desenhou em 1972 o que viria a ser o iPad. Ele apresentou à Xerox sua ideia montada em um papelão. A ideia não vingou, mas serviu como base para aperfeiçoar e gerar conhecimento. Quanto mais rápido você falhar, melhor. Os pequenos erros economizam tempo e ajudam você a não perder dinheiro.

Dica 7 - Já tenho um produto, é hora de ganhar dinheiro. Será?

Quem nunca baixou um aplicativo para smartphone e antes de poder usá-lo já foi convidado a pagar, mesmo que um valor baixo? Monetizar é fundamental para que sua startup ganhe escala e cresça. No entanto, é preciso primeiro que seus usuários sintam-se engajados e felizes com a sua solução. Quanto mais gente estiver utilizando a plataforma de modo gratuito, melhor será para o seu negócio. Em um segundo momento, cobrar pela utilização será natural. Ofereça versões trial, demonstrações ou recursos básicos abertos. Deixe que o usuário explore ao máximo sua ferramenta. Além de testá-la para você, isso aumenta a confiança e a base de novos usuários.

Dica 8 - Tenha uma rota bem traçada

“Se você não sabe onde quer ir, qualquer caminho serve.” A frase do filme Alice no País das Maravilhas ilustra bem essa penúltima dica. Algumas startups começam com uma ideia clara, mas não conseguem pensar na expansão ou até na internacionalização. Quais são as barreiras para que sua ideia ganhe o mundo? O que sua empresa vai fazer daqui há 10 anos? O Uber já testa o veículo autônomo e sem motorista e já pensa em expansão com outros meios de transporte como aviões e barcos, além da diversificação de serviços. Vale dizer também que mudar o plano inicial não é um pecado. Pivotar, termo que explica a mudança de direção de uma startup, é até algo bastante comum, mas sempre permanecem o propósito básico e o plano de expansão futuro. Pense nisso!

Dica 9 - Uma solução simples pode matar um mercado consolidado

Fazer algo que já existe de modo mais simples pode ser um brilhante caminho para sua startup ter sucesso! A Blockbuster era a maior rede de locadoras de DVDs do mundo com mais de 5 mil lojas espalhadas pelo planeta. A Netflix, plataforma de vídeos por streaming, desbancou o negócio e alterou completamente esse mercado. Será que a solução que você quer criar é fácil de usar e simples de explicar? Quando o Uber chegou ao mercado muita gente indagou: “Como eu não pensei nisso antes?”.

Dica 10 - Vá para aonde o mundo caminha

Um planeta mais sustentável, redução de poluentes, desigualdade social e bem-estar da população. Esses são alguns dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU. Fonte inesgotável de ideias que podem inspirar e gerar soluções inovadoras. Várias aceleradoras de startups já focam ou dão destaque às soluções que atacam tais diretrizes. Outra vertente que cresce assustadoramente no mundo é a IoT - internet das coisas. Sistemas que conversam entre si e podem trazer informações precisas para facilitar nossas vidas. Pulseiras que contam os passos, geladeiras que monitoram alimentos, luzes controladas pelos smartphones são alguns exemplos. As oportunidades são infindáveis e os desafios também.

Então, está pronto para empreender? Fique ligado no Simi (www.simi.org.br) e também nos programas do Minas Digital para saber de tudo o que acontece no mundo da inovação, ciência, tecnologia e empreendedorismo.

##StartupsFavoritar

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.