Notícias

< voltar
04/Out/2016 - 11:11 - Atualizado em 10/Mai/2018 - 16:37

ALMG debate impacto do código de ciência, tecnologia e inovação

Discussões acontecem durante todo o dia 7 de outubro e não requerem inscrição prévia


Por Renato Carvalho/SIMI
Debate acontece no plenário da ALMG. Na foto a reunião preparatória para o Fórum Técnico Startups em Minas.
Crédito: Ricardo Barbosa

A Comissão de Desenvolvimento Econômico da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) promove, na próxima sexta-feira, 7 de outubro, o Debate Público Desenvolvimento Econômico-Social de Minas Gerais: o impacto do Código de Ciência, Tecnologia e Inovação. O evento acontece no plenário da ALMG e não precisa de inscrição para participar.

Segundo a professora Fabiana de Menezes, responsável pela organização do debate, o novo código é uma norma nacional e que os estados e municípios precisam regulamentar. “O código diz que a gente precisa criar um ambiente favorável ao desenvolvimento tecnológico autônomo no Brasil. A ideia do debate é produzir insumos de qualidade e cada setor fale os pontos positivos e os entraves que precisam ser sanados”, explicou.

A professora destaca, ainda, que Minas Gerais é o primeiro estado a discutir o marco. “É algo que pode oferecer uma agenda propositiva em tempos de crise”, disse. Vários atores que estão envolvidos. “Startups, fundações de apoio, agências de fomentos, universidades, centros de pesquisas, parques tecnológicos, incubadoras”, enumerou.

A programação tem início às 9h. A primeira conferência será do presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa (Fapemig), Evaldo Ferreira Vilela. Em seguida, acontece uma sessão temática com expositores e com o secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sedectes), Miguel Corrêa. O restante da programação reserva mais duas sessões temáticas e três debates.

Para saber mais do evento e conferir a programação completa, clique aqui.

#inovação#tecnologia#ciência#debateFavoritar

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.