Notícias

< voltar
15/Set/2016 - 00:00

Alunos mineiros criam cadeira especial para pessoas com deficiência física

Estudantes desenvolveram cadeira que substitui a convencional de academia, oferecendo a prática de exercício físicos


Por Redação

Usuário testa a "Pratique Fácil" na academia. Cadeira é substituída pela tradicional do aparelho.
Crédito: Divulgação/Una

Inclusão, de acordo com o dicionário Aurélio, é o ato ou efeito de incluir. Foi a partir dessa definição que um grupo de alunos do curso de Engenharia da Faculdade UNA, Campus Contagem, desenvolveram uma cadeira especial para a inserção de deficientes nas academias de ginástica.

A ideia da cadeira “Pratique Fácil” para portadores de deficiência física surgiu dentro da sala de aula, durante a matéria de Projeto Interdisciplinar, que apontava as barreiras e dificuldades dos deficientes físicos na sociedade.

Ana Paula Martins, uma das integrantes do grupo, conta que para o desenvolvimento do projeto foram feitas várias pesquisas. Primeiramente, os alunos procuraram saber sobre as normas, leis e decretos que defendem os deficientes físicos. Logo após, conversaram com educadores físicos para a viabilidade da inserção da cadeira no ambiente de ginástica, onde foram apresentadas as funções dos aparelhos que trabalham os membros superiores. “Com os deficientes físicos, que é o nosso público alvo, pesquisamos o interesse sobre a prática de exercícios e as principais dificuldades encontradas por eles”, comenta.

Para a criação da cadeira foram utilizados base de assento de cadeira em PVC - material que evita que o usuário escorregue. Dois cintos automotivos de afivelamento, sendo que um deles prende as pernas na cadeira.

O processo de substituição da cadeira de academia para o Pratique Fácil é bem simples: “Alguns aparelhos são de encaixe. Assim, retiramos o banco do aparelho e substituímos pelo Pratique Fácil”, explica Ana Paula.

Veja como funciona:

#estudantes#una#inclusão#cadeiraespecialFavoritar

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.