Notícias

< voltar
25/Jul/2018 - 10:44 - Atualizado em 25/Jul/2018 - 11:04

Após criar coleira para monitoramento de gado, startup busca internacionalização

Cowmed busca, até o fim do ano, atingir a marca de 20 mil animais rastreados 24 horas por dia


Por Redação
Animal monitorado pelo sistema criado pela Cowmed
Crédito: Cowmed/Divulgação

Criada em terras gaúchas, a startup Cowmed, responsável por desenvolver uma coleira com chip para monitorar bovinos, já prevê a internacionalização da empresa em 2019. Após criar o sistema V2, uma ferramenta de monitoramento de rebanhos 24 horas por dia –, a startup já está na mira de empresas e de donos de propriedades rurais da Argentina, Uruguai, Paraguai e Estados Unidos.   

O engenheiro Leonardo Guedes e o irmão, Thiago, já comemoram o bom desempenho da empresa. Em 2010, os dois criaram a coleira que era chamada de ChipInside. Este ano, por uma questão estratégica e de posicionamento de marca, a startup adotou o nome Cowmed Assistence. Atualmente, o dispositivo monitora 10 mil bovinos. Até o fim do ano, a empresa deve dobrar o número de animais rastreados. “Há oito anos, não imaginávamos a dimensão que nosso negócio teria. E nessa breve trajetória podemos dizer que desenvolvemos um produto e, por tabela, um serviço inovador. E temos orgulho disso”, comenta Leonardo.

Apesar de o portfólio ser composto apenas pelo sistema V2, os irmãos adiantam que avançarão ainda mais em termos de tecnologia. “E hoje, como sempre foi, o homem do campo fica refém e à mercê de tecnologias de fora. Vamos seguir pesquisando e desenvolvendo produtos que possam competir com a tecnologia que hoje vem de fora”, diz Thiago.  

Preço baixo é um atrativo

Segundo Leonardo, o monitoramento dos animais de qualquer lugar, 24 horas por dia, sete dias por semana, custa R$ 14,90 por animal, ou seja, o pecuarista investe apenas R$ 0,49/dia. É com esta estratégia que a startup pretende conquistar o mercado internacional.

Além disso, o dispositivo tem toda uma funcionalidade que dá mais segurança ao homem do campo, já que a startup fornece dados e informações referendadas e analisadas por técnicos, veterinários, zootecnistas e agrônomos. “A gente fala que a Cowmed Assistance é, de fato, o plano de saúde para bovinos. E por tudo isso já conquistamos clientes expressivos”, acrescenta Leonardo.

Além do Rio Grande do Sul, a startup já em clientes em outros estados, como Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. Recentemente, a Cowmed chegou ao Rio Grande do Norte e em Sergipe.  

"A startup já se coloca em pé de igualdade para competir com grandes players do mercado", finaliza Leonardo Guedes.

#startup#Cowmed#monitoramentodeanimaisFavoritar

Fonte: GAUCHAZH

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.