Notícias

< voltar
23/Jul/2018 - 11:19 - Atualizado em 23/Jul/2018 - 11:30

Banco Semear lança plataforma digital de investimento

Semear Invest estará disponível para o mercado até a primeira quinzena de agosto


Por Paula Isis/SIMI Belo Horizonte/MG
Crédito: Pixabay

O Banco Semear, instituição financeira voltada para o segmento de pessoa física e que atua, sobretudo, na concessão de Crédito Direto ao Consumidor (CDC) e de empréstimos pessoais, lançará em agosto uma plataforma de investimento 100% digital e totalmente intuitiva. "No Semear Invest, as pessoas poderão abrir contas e investir dinheiro, tudo sem burocracia e com alta rentabilidade", destaca Januária Queiroz, superintendente de Marketing da instituição.

A  plataforma é o primeiro passo para a digitalização dos negócios do banco. “Agora o Semear vai ser colocar para o mercado e para os clientes com uma jornada cada vez mais digital. A ideia é proporcionar novas experiências para manter os clientes e atrair novos usuários que queiram ter uma relação boa com uma instituição financeira”, explica Lucas Thaislo Faria, superintendente de Negócios do banco.

De acordo com Lucas, ao abrir a conta, “o usuário terá acesso a opções de investimento que dão segurança, rentabilidade e oportunidade para que este cliente possa construir seu futuro a partir das diversas formas de investimento”.

Assim como outras instituições financeiras, as taxas variam de acordo com o momento de economia, mas o superintendente destaca que o banco vai trabalhar com taxas mais atrativas. “ As taxas serão mais agressivas com relação ao mercado de renda fixa, por meio de papéis com liquidez e sem liquidez, que trazem para o cliente uma condição de taxa e remuneração mais atrativas.”

Para iniciar o investimento, o usuário deve fazer uma aplicação mínima de R$ 5 mil, mas ele ressalta que este valor será testado e caso o mercado “peça” um menor valor, o banco fará uma reavaliação. 

Fiz uma aplicação. Posso retirar a qualquer momento?

A pessoa pode retirar o dinheiro no momento em que desejar dependendo do tipo de investimento, ressalta o superintendente. "Se a pessoa está aplicando com liquidez, pode retirar a qualquer momento. Agora se for sem liquidez, a retirada vai depender do tipo de papel contratado. Em caso de alguma urgência, o cliente pode renegociar esse título com o banco, revender os papéis, mas neste caso vai ter um deságio na remuneração que havia sido contratada", alerta.

A previsão para que a plataforma esteja disponível é de no máximo 20 dias. “Acredito que até a primeira quinzena de agosto ela já esteja no ar”, finaliza.

#dinheiro#investimento#digital#bancosemear#semearinvestFavoritar

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.