Notícias

< voltar
04/Jun/2018 - 14:00 - Atualizado em 04/Jun/2018 - 15:31

Belo Horizonte sedia o Connected Smart Cities no dia 6 de junho

Capital mineira recebe o Encontro Regional Sudeste Connected Smart Cities


Por Redação Belo Horizonte/MG

Conhecida por concentrar 62 instituições de ensino superior e ter um dos maiores parques tecnológicos do país, a capital mineira vem implementando, por meio do Programa Estratégico Belo Horizonte Cidade Inteligente, ações voltadas para o desenvolvimento da cidade e transformação dos serviços oferecidos, com o objetivo de proporcionar mais qualidade de vida à população. As novas tecnologias incorporadas fazem parte das ações sugeridas pelo Connected Smart Cities, iniciativa que tem o objetivo de desenvolver, nas cidades brasileiras, soluções inovadoras por meio da participação efetiva de empresas, entidades, governo e os cidadãos.

Os indicadores de desenvolvimento de Belo Horizonte e o Case de Desenvolvimento Sustentável da cidade, entre outros dados de capitais do Sudeste, serão apresentados no Encontro Regional Sudeste Connected Smart Cities, evento em parceria com a Prefeitura de Belo Horizonte e com apoio do Governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (SEDECTES). O encontro será realizado no dia 6 de junho, no Auditório da Prefeitura de Belo Horizonte.

De acordo com o Ranking Connected Smart Cities Nacional, a capital mineira está na primeira colocação em Meio Ambiente e segunda em Saúde e Urbanismo. Já os projetos que compõem o programa Belo Horizonte Cidade Inteligente estão estruturados nos eixos Governança e Serviços ao Cidadão; Desenvolvimento Econômico e Urbanismo; Cultura Tecnológica e Inclusão Digital; Mobilidade e Segurança; Meio Ambiente, Sustentabilidade e Cidadania.

“Belo Horizonte é um polo tecnológico e temos indicadores importantes que precisam ser destacados, tais como: o quarto maior PIB do país, mais de 300 startups apenas no San Pedro Valley e 4 entidades que representam o setor de TI. Destaco, ainda, as iniciativas do Connected Smart Cities que têm contribuição efetiva nas ações com foco em tornar Belo Horizonte uma cidade inteligente, conectada e, principalmente, mais humana para os seus habitantes. No Encontro Regional Sudeste teremos, ainda, a oportunidade de apresentar o nosso projeto de iluminação pública, sendo o primeiro do país desenvolvido para essa área por meio de Parceria Público-Privada (PPP)”, enfatiza André Reis, secretário de Planejamento, Orçamento e Gestão de Belo Horizonte.

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Minas Gerais, Vinicius Rezende, destaca que o Governo tem desenvolvido projetos e iniciativas com grande impacto no Estado de Minas Gerais, como, por exemplo, os Agentes de Inovação, Meu Primeiro Negócio, além de políticas públicas que vem fortalecendo as cidades mineiras no cenário da inovação, sustentabilidade e cidades inteligentes. “O Governo de Minas Gerais trabalha para fomentar o ambiente de empreendedorismo e inovação no Estado, incentivando jovens a se envolverem com pesquisa e tecnologia. Nosso objetivo é aproximar grandes empresas e startups, gerando negócios e soluções inteligentes nas mais diversas áreas. A SEDECTES incentiva o debate de soluções para o desenvolvimento das cidades e apoia iniciativas como o Encontro Regional Sudeste Connected Smart Cities”, cita Vinicius Rezende.

De acordo com Paula Faria, idealizadora do Connected Smart Cities e Diretora Executiva da Sator, o propósito do Connected Smart Cities é desenvolver e participar de ações que tenham como principal objetivo tornar as cidades brasileiras mais desenvolvidas e sustentáveis, onde os projetos implantados reflitam na qualidade de vida dos seus habitantes. “O nosso objetivo é unir forças, por meio da sinergia entre todos os envolvidos. Acreditamos e trabalhamos para que cada vez mais as nossas ações resultem em resultados efetivos, como os que temos acompanhado, por exemplo, em Belo Horizonte, Salvador, Florianópolis, Vitória, Recife, Fortaleza, entre outras cidades do país”, comenta.

Encontro Regional

Além da capital mineira, que no Ranking Connected Smart Cities Nacional está na quarta colocação na classificação geral, o Encontro Regional Sudeste Connected Smart Cities apresentará indicadores de desenvolvimento das cidades de São Paulo/SP, Campinas/SP, Rio de Janeiro/RJ e Vitória/ES.

#inovação#ConnectedSmartCitiesFavoritar

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.