Notícias

< voltar
07/Jan/2019 - 10:53 - Atualizado em 07/Jan/2019 - 13:45

Brasil e Israel vão investir R$ 7,5 milhões em projetos de pesquisa e inovação

Edital busca fintechs, nanotecnologia, indústria química, indústria aeroespacial, tecnologias de informação e comunicação etc.


Por Redação Belo Horizonte/MG

A Financiadora de Estudos e Projeto (Finep) publicou, na semana passada, uma chamada pública para apoiar projetos conjuntos de pesquisa, desenvolvimento e inovação industrial de empresas do Brasil e de Israel. Lançada em parceria com a Autoridade Nacional de Inovação Tecnológica do Estado de Israel (IIA), a chamada investirá até R$ 7,5 milhões nas propostas selecionadas. A iniciativa busca fortalecer a cooperação econômica, comercial, científica e tecnológica entre os países.

Serão financiadas propostas cujos produtos, processos e serviços resultantes apresentem altos níveis de inovação e risco tecnológico, potencial de comercialização e complementaridade entre as empresas de Brasil e Israel. A chamada vai priorizar projetos que se enquadrem em temas, como fintechs, nanotecnologia, indústria química, indústria aeroespacial, tecnologias de informação e comunicação, agrotecnologia e gestão de recursos hídricos.

A Finep vai destinar até R$ 3,7 milhões em recursos de subvenção econômica (não reembolsáveis) para as empresas brasileiras aprovadas. Os valores mínimo e máximo solicitados por cada concorrente nacional são, respectivamente, R$ 300 mil e R$ 1 milhão. Segundo a instituição, os recursos poderão ser utilizados para despesas como equipe própria, obras civis e instalações, equipamentos e softwares, matérias primas e viagens.

Já a Autoridade Nacional de Inovação Tecnológica do Estado de Israel vai investir até US$ 1 milhão nas empresas selecionadas nos projetos bilaterais. Para participar, é preciso enviar propostas até 18 de abril neste linkOs resultados serão divulgados em 30 de agosto.

#edital#ecosssitemadeisrael#chamadapúblicaFavoritar

Fonte: Finep

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.