Notícias

< voltar
10/Out/2018 - 09:00 - Atualizado em 10/Out/2018 - 10:30

Chamada pública dará mais de R$ 2 milhões para financiar projetos científicos

Iniciativa do Instituto Serrapilheira tem como objetivo apoiar projetos de jovens cientistas do Brasil em três diferentes áreas


Por Redação Belo Horizonte/MG

O Instituto Serrapilheira, instituição privada sem fins lucrativos que financia pesquisas com foco em produção de conhecimento, lançou uma chamada pública de apoio à pesquisa científica. Projetos selecionados podem receber até R$ 2,4 milhões no total e as inscrições estarão disponíveis a partir de 5 de novembro.

A chamada tem com objetivo financiar projetos de excelência de jovens cientistas do Brasil em três diferentes áreas: Ciências Naturais (da Vida, Física, Geociências e Química), Matemática e Ciência da Computação.

Na primeira etapa, 24 pesquisadores serão selecionados para receber até R$ 100 mil por um ano. Em seguida, até três deles serão contemplados com um financiamento de até R$ 1 milhão ao longo de três anos. Ao final desse período, o apoio pode ser renovado anualmente com até R$ 300 mil por ano. Os selecionados receberão o financiamento a partir de junho de 2019.

“Desenvolver ciência competitiva é um processo demorado, então permitimos a renovação do grant para que o tempo da pesquisa seja respeitado. Nosso princípio é concentrar os recursos em bons projetos em vez de pulverizá-los. Por isso, esperamos que os pesquisadores façam perguntas ousadas, capazes de criar uma ciência nova no Brasil”, destaca o diretor-presidente do Serrapilheira, Hugo Aguilaniu.

A chamada será repetida anualmente e fará parte de uma iniciativa maior, o Programa de Apoio a Jovens Cientistas de Excelência do Serrapilheira.

Inscrições

As inscrições podem ser feitas até 14 de dezembro. Para se candidatar, os pesquisadores devem ter concluído o doutorado entre 1º de janeiro de 2011 e 31 de dezembro de 2016 – prazo que pode ser estendido em um ano para mulheres com um filho e em dois anos para mulheres com dois ou mais filhos. Além disso, devem ter um cargo permanente como professores ou pesquisadores em instituições públicas ou privadas.

Para mais informações, clique aqui.

#pesquisa#inovação#ciência#chamadaFavoritar

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.