Notícias

< voltar
27/Ago/2018 - 13:00 - Atualizado em 27/Ago/2018 - 13:49

Cientista projeta mochila capaz de ‘coletar’ água do ar em qualquer ambiente

Engenheiro da Universidade de Akron, nos Estados Unidos, anunciou invenção neste mês


Por Redação Belo Horizonte/MG
Mochila utiliza nanotecnologia capaz de coletar partículas de água da atmosfera mesmo em ambientes áridos
Crédito: Pixabay

Uma invenção divulgada este mês chamou a atenção e virou notícia pelo mundo por seu caráter ambiental e inovador. Durante um evento promovido pela American Chemical Society, o engenheiro mecânico Shing-Chung Josh Wong, professor da Universidade de Akron, nos Estados Unidos, apresentou uma mochila capaz de “coletar” partículas de água da atmosfera e obter até 40 litros de água limpa e potável por hora, mesmo em ambientes áridos.

O mecanismo da ferramenta funciona como uma miniatura do que acontece na natureza, já que partículas atmosféricas de água no ar são a principal fonte de abastecimento de água fresca no planeta. Utilizando nanotecnologia, a engenhoca oferece uma grande área superficial por unidade de volume, coletando a água da atmosfera com o mínimo de energia, sob diferentes ambientes.

Mochila seria capaz de coletar até 40 litros de água por hora
Crédito: Universidade de Akron/Divulgação

Segundo o cientista, a inspiração veio do inseto besouro-da-namíbia, que habita o deserto do país africano que lhe empresta o nome. O besouro consegue retirar toda a água de que necessita para viver graças a um sistema de absorção de partículas do ar em sua carapaça.

O modelo desenvolvido pela equipe de Wong ainda não saiu do papel, mas o objetivo do engenheiro é estimular o interesse nesse campo, proporcionando mais investimento e recursos nessa direção.

Nanotecnologia

O material utilizado por Wong e sua equipe foram os polímeros obtidos a partir de eletroforese. O resultado são nanofibras capazes de absorver a água do ar e filtrá-la. Para otimizar o fluxo do ar e melhorar a captação, o projeto precisa ser alimentado por uma bateria, mas com baixo consumo de energia.

Nanofibras absorvem água do ar
Crédito: Universidade de Akron/Divulgação

Graças aos poros microscópicos, até micróbios são filtrados. De acordo com o cientista, o mecanismo obteria, portanto, uma água limpa e livre de poluentes, pronta para o consumo humano.

#inovação#tecnologia#sustentabilidade#águaFavoritar

Fonte: BBC

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.