Notícias

< voltar
06/Ago/2018 - 09:39 - Atualizado em 06/Ago/2018 - 10:25

Criado na UFMG, tônico que combate calvície chega a drogarias de BH

Produto começou a ser vendido no último sábado e é fruto de uma pesquisa que durou 30 anos


Por Redação Belo Horizonte/MG

O cosmético desenvolvido pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) para combater a calvície começou a ser vendido no último sábado (4) em farmácias de Belo Horizonte. O produto é fruto de uma pesquisa de 30 anos e tem como princípio ativo um polipeptídio produzido pela próprio corpo humano.

Com o nome de Sanctio, o produto é fabricado pela Yeva Cosmétiques, empresa com fábrica em Itaúna, no interior de Minas Gerais. Já comercializado em lojas virtuais, agora o produto chegou às lojas físicas da capital. O cosmético está sendo vendido pelas Drogarias Araújo, mas segundo a própria rede, o tônico já está em falta.

O tônico, por ter sido criado a partir de uma substância produzida pelo próprio corpo humano e ser de uso tópico, não causa efeitos colaterais comuns a outros tratamentos de calvície, como disfunção erétil, irritação local, queimação e descamação do couro cabeludo.

Segundo a gerente de marketing da Yeva, Maria Cristina Batista, em entrevista ao Jornal Hoje em Dia, a aceitação do tônico capilar foi tão grande que a empresa não descarta abrir uma nova fábrica. "A procura está sendo enorme tanto no Brasil quanto fora do país. Teve gente do Canadá em busca do produto. Por isso, estamos pensando em expandir para vender fora do Brasil”.

Antes das vendas online, a Yeva preparou um estoque de 60 mil unidades do Sanctio para atender ao mercado, no entanto, a procura foi grande e a empresa precisou fazer novas contratações para conseguir atender à demanda.

#pesquisa#inovação#ciência#calvícieFavoritar

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.