Notícias

< voltar
11/Jan/2018 - 13:40 - Atualizado em 09/Mai/2018 - 15:30

Criatec completa 10 anos de existência

Fundo do BNDES já analisou mais de 2 mil oportunidades de investimento e selecionou 36 startups, investindo até R$ 5 milhões em cada


Por Redação

O Criatec, primeiro grande fundo de investimento em startups no Brasil, está completando dez anos de existência. Nesse período, o cenário de empreendedorismo mudou consideravelmente e o Criatec teve seu papel nesse processo.

Iniciativa do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), o fundo foi criado com o objetivo de obter ganho de capital por meio de investimento de longo prazo em empresas em estágio inicial, com perfil inovador e que tivessem potencial para um elevado retorno.

Desde seu surgimento, em 2007, o Criatec já analisou mais de 2 mil oportunidades de investimento e selecionou 36 startups, investindo até R$ 5 milhões em cada. Desse total, 16 já foram vendidas e as demais faturaram, juntas, 220 milhões de reais somente no ano passado.

Além do investimento, o Criatec atua na gestão das empresas, dando suporte estratégico e gerencial ao empreendedor, ajudando na seleção e formação da equipe, definindo metas e acompanhando os resultados.

O fundo é co-gerido pela Antera Gestão de Recursos e a INSEED Investimentos, do Instituto Inovação.

Programas como o Criatec foram fundamentais para desenvolver o ecossistema empreendedor no país. Atualmente, o Brasil já conta com 40 aceleradoras e mais de 7 mil investidores-anjo investindo em startups, de acordo com dados do Centro de Estudos de Private Equity da FGV e da Anjos do Brasil.

#empreendedorismo#startup#investimento#CriatecFavoritar

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.