Notícias

< voltar
11/Jun/2018 - 15:30 - Atualizado em 11/Jun/2018 - 16:00

Estudante da UFMG participará de programa do MIT

Kadu Mourão criou financiamento coletivo para participar do Bootcamp da universidade americana


Por Paula Isis/SIMI Belo Horizonte/MG
Kadu Mourão representará a UFMG e Minas Gerais no Bootcamp do MIT
Crédito: Arquivo Pessoal

Em algum momento da sua vida você já ouviu o ditado “mineirinho come quieto” e, por isso, esse povo tem a fama de ir longe, conseguindo o que quer? Este ditado talvez se encaixe na vida do estudante de Direito da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Carlos Eduardo Rabelo Mourão, mais conhecido como Kadu Mourão. O jovem, que deixou a cidade natal, Divinópolis, aos 15 anos, para estudar em Belo Horizonte e se preparar para o vestibular da Federal, seis anos depois de iniciar sua vida na capital mineira se prepara para se apresentar no Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) e precisa de ajuda.

Kadu é aquele tipo de estudante que vivencia tudo o que o ambiente universitário lhe permite. “Sou aluno do sétimo período do curso de Direito da UFMG, coordeno um programa de extensão na faculdade chamado Lawtech Lab, integro o grupo de pesquisa em Inteligência Artificial e Inclusão do ITS-Rio e faço estágio em gestão de comunidade no Jusbrasil.” Ufa! Dá até para pensar como a rotina dele é cansativa, não é?

O reconhecimento de tanto trabalho e dedicação à vida acadêmica veio este ano e ultrapassou as fronteiras da Universidade e do Brasil. Kadu foi selecionado para o MIT Innovation & Entrepreneurship Bootcamp, um programa intensivo de formação em liderança e empreendedorismo da universidade americana.“O programa desafia os candidatos selecionados a criar uma empresa do zero, apostando na capacidade de inovação, liderança e organização para o sucesso das equipes formadas ao longo do programa”, conta.

Inovadores do mundo todo estarão reunidos no Bootcamp

O bootcamp reunirá inovadores de diversos locais do mundo para aprender junto à equipe do MIT e aos mentores treinados pelo instituto. Antes do início do programa, ele oferece quatro cursos online de preparação, além do módulo presencial que ocorre entre os dias 28 de julho e 3 de agosto. Neste período que antecede o desafio, Kadu explica que os candidatos devem compartilhar experiências pessoais e percepções acerca dos cursos realizados em um grupo do Facebook, a fim de criar laços e se conhecer antes da chegada ao local do programa.

Sobre o projeto que pretende desenvolver, o estudante pretende fazer algo na sua área de atuação.“Particularmente, por ter um background todo voltado para a conexão entre Direito e Tecnologia, pretendo desenvolver um projeto ligado à essa área. Minha ideia é trabalhar acerca de mecanismos que diminuam a assimetria de informações entre as partes de um conflito e que possibilitem uma resolução mais amigável e, se possível, consensual para tais problemas.”

Kadu precisa de você!

Neste ano, a edição será no Rio de Janeiro, mas segundo Kadu, os custos que envolvem sua participação são muito altos: US$ 6 mil pela inscrição mais a passagem e hospedagem no local onde será realizado o Bootcamp.

Apesar de ter sido selecionado para o programa do MIT, a participação de Kadu ainda não é certa. “Com a minha condição de estudante, não consigo arcar com a taxa de inscrição sozinho”, lamenta. Para realizar seu sonho, ele lançou uma campanha de financiamento coletivo para arrecadar fundos e viabilizar sua ida ao Bootcamp, pelo Catarse. Clique aqui e veja como ajudar. 

Até o momento, já foram arrecadados R$ 7.778,00, o que corresponde a quase 25% da meta final de arrecadação!. “Foram 70 apoios confirmados e mais de 2 mil visitantes na página da campanha, mas ainda falta bastante para alcançar todo o valor necessário para pagar a taxa de inscrição no programa”, comenta.

Com Kadu Mourão no programa do MIT, Minas Gerais mostra sua força no setor de empreendedorismo e inovação. Clique aqui para contribuir.

#MIT#crowdfunding#bootcamp#KaduMourão#KaduNoMitFavoritar

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.