Notícias

< voltar
09/Jan/2017 - 10:50 - Atualizado em 09/Jan/2017 - 11:11

Feira mostra um mundo cada vez mais conectado, inteligente e divertido

A maior feira de tecnologia e consumo do mundo trouxe inovações incrementais, foco no entretenimento e na inteligência artificial


Por Alysson Lisboa/SIMI
Jornalista tira foto com robô na CES 2017. Evento reuniu os maiores lançamentos em eletrônica do mundo
Crédito: CES/Divulgação

A Consumer Electronics Show (CES), realizada em Las Vegas (EUA), completou 50 anos. Ela foi responsável por lançar inovações de indústria da eletrônica, como o videocassete em 1970, DVD em 1996 e o rádio digital na virada do século. Atualmente, drones, tecnologia 5G, carros autônomos, robôs e internet das coisas foram demonstrados por 3,8 mil expositores distribuídos em 220 mil metros quadrados de área. Segundo os organizadores, passaram pelos pavilhões 165 mil visitantes.

A inteligência artificial foi amplamente demonstrada na feira. Agora, os dispositivos conectados já dividem informação com demais aparelhos da casa. Ligar aparelhos, acender a luz ou preparar o café são tarefas cotidianas que deixaremos de realizar no futuro. Os aparelhos como Google Home ou Amazon Alexa realizam funções a partir de comandos de voz dos usuários. Veja alguns destaques da feira.

Realidade Virtual

Realidade Virtual entrou de vez na indústria do entretenimento
Foto: Divulgação/Vivitar

Os óculos de realidade virtual combinados com fones de ouvido sem fio permitem um nível de imersão jamais alcançado antes. A empresa Vivitar apresentou seu óculos de realidade virtual para competir com HTC, Oculus e outras empresas. A 3dexcite.com preferiu ir para outro caminho, utilizando os óculos para treinamentos e tour virtual em automóveis ou na manutenção de equipamentos complexos.

Smart Speakers

As casas conectadas e aparelhos que interpretam e executam funções de rotinas são cada vez mais presentes. A Amazon, com sua tecnologia Alexa, é apenas um deles. Outra empresa, a Jam (foto) lançou na feira seu dispositivos que faz integração via bluetooth. É possível solicitar, por comando de voz, por exemplo, que o dispositivo execute músicas específicas ou acenda a luz da sala.

Automóveis inteligentes



Carros autônomos e elétricos também fizeram bonito na feira. O Faraday Future FF91 (foto), fabricado no Vale do Silício, realizou a demonstração de seu carro sem motorista que, apesar de não ter obedecido alguns comandos, impressionou pela estética e performance. A empresa já havia demonstrado na edição de 2016, mas esse ano ele veio com diversas melhorias. A Toyota também demonstrou seu carro autônomo, o Concept-i.

Drones



Depois de toda polêmica que envolve os drones quanto à segurança e privacidade, os fabricantes estão empenhados em deixar os dispositos mais seguros e rastreáveis, mas também mais funcionais. Entre as dezenas de lançamentos, destaque para a empresa Hover Camera (foto acima). O fabricante está chamando o dispositivo de “câmera que voa”. Seu formato quadrado tem um proteção para as hélices e pode ser guardado e transportado com facilidade. Para que não dispensa uma selfie, o drone Roam-E (foto abaixo) faz reconhecimento facial e tira fotos do alto. As imagens capturadas chegam em tempo real para seu celular.

Robôs com inteligência artificial



Todas as funções que realizamos hoje de modo repetitivo serão substituídas por ações de um robô. Quem diz isso são os especialistas já há alguns anos, e agora tudo parece fazer sentido. Os robôs para limpar vidros, aspirar o tapete ou coisas do tipo já estão disponível comercialmente, inclusive no Brasil. Mas robôs para funções mais complexas também já batem a porta. Exemplo é o Kuri (foto), da Mayfield Robotics. Ele é um robô doméstico inteligente, que interage com os integrantes da família, respeitando gênero e idade por meio de Inteligência Artificial. Kuri reconhece rostos e emoções e acena com a cabeça e os olhos. Entre as funções, ele pode monitorar, por imagens, a residência, contar histórias para crianças e até brincar.

#biotecnologia#2017#ces2017#robosFavoritar

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.