Notícias

< voltar
27/Jun/2018 - 08:00 - Atualizado em 26/Jun/2018 - 10:20

Finep lança edital para a indústria de petróleo e gás

Chamada é realizada em parceria com o Conselho de Pesquisa Norueguês; propostas podem ser enviadas até 12 de setembro


Por Redação Belo Horizonte/MG

A Finep se uniu ao Conselho de Pesquisa Norueguês (RCN) em uma chamada pública para seleção de projetos cooperativos entre Instituições de Pesquisa Científica e Tecnológica (ICTs) e empresas. A financiadora apoiará iniciativas brasileiras de forma não reembolsável para o desenvolvimento de atividades de pesquisa da indústria de petróleo offshore.

A Finep vai disponibilizar R$ 10 milhões em recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT), enquanto as empresas norueguesas receberão apoio do RCN, em 20 milhões de Coroas Norueguesas (NOK). Os projetos elaborados em parceria por instituições de pesquisa e empresas dos dois países devem prever atividades complementares e bem distribuídas entre ambos. Além disso, vão estruturar a troca de conhecimento entre as nações.

A chama prevê investimentos em linhas temáticas de exploração, tecnologia ambiental e recuperação avançada de óleo; e de perfuração e intervenção com eficiência de custos e tecnologia de produção.

Segundo Denise Reigada, analista do Departamento de Petróleo, Mineração e Indústria Naval da Finep, existem demandas para o Brasil que ainda são novidades na extração do petróleo proveniente do pré-sal, como a composição química do material extraído e adequação de equipamentos.

Serão escolhidas pesquisas que estejam na vanguarda da busca por novas soluções para a área. “O processo é bom tanto para empresas quanto para ICTs: a primeira absorve conhecimento da segunda que, a partir dessa troca, forma mão de obra qualificada”, ressalta a analista.

O edital pode ser acessado aqui. As propostas podem ser enviadas até 12 de setembro.

#pesquisa#tecnologia#ciência#edital#chamadaFavoritar

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.