Notícias

< voltar
08/Fev/2019 - 12:00 - Atualizado em 08/Fev/2019 - 12:20

Fundo internacional abre edital para projetos de empoderamento feminino

Chamada busca propostas inovadoras e de alto impacto nos campos da defesa e promoção dos direitos das mulheres e da igualdade de gênero


Por Redação Belo Horizonte/MG
Projetos podem ser inscritos até o dia 18 de fevereiro
Crédito: Stock

O fundo Liderando desde o Sul, criado para financiar e apoiar o ativismo pelos direitos das mulheres no sul global durante quatro anos - 2017 a 2020 - lançou a sua segunda chamada de projetos. A proposta é apoiar organizações de mulheres que trabalham pelo empoderamento político, social e econômico do público feminino.

Esta chamada é referente aos anos de 2019 e 2020 e as propostas devem estar em conformidade com a política de igualdade de gênero e direitos das mulheres, do Ministério de Relações Exteriores da Holanda, que financia o fundo.

Grupos, organizações e consórcios liderados por mulheres da América Latina e Caribe podem participar da chamada. Para isso é preciso ter propostas inovadoras e de alto impacto nos campos da defesa e promoção dos direitos das mulheres e da igualdade de gênero, alinhadas com o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 5.

O edital dará prioridade a iniciativas desenvolvidas em países vivendo crises democráticas, nos quais a integridade das ativistas esteja em risco. Além disso, propostas alinhadas com os objetivos do Decênio Internacional para as/os afrodescendentes 2015 - 2024, da ONU, e ações relacionadas diretamente a mulheres e meninas em situação de exclusão política, econômica, social, cultural e territorial também serão priorizadas.  

As candidaturas podem ser apresentadas em português, espanhol e inglês até o dia 18 de fevereiro. Para isso, basta preencher este formulário. As selecionadas serão contatadas a partir de abril. O regulamento está disponível neste link.

#empreendedorismo#edital#empoderamento#mulheresFavoritar

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.