Notícias

< voltar
06/Dez/2018 - 08:02 - Atualizado em 06/Dez/2018 - 00:36

Google estreia seu serviço de “Uber” de carros autônomos nos Estados Unidos

O Waymo One, da Alphabet, ainda tem uso limitado para pessoas indicadas pelos participantes do programa de testes


Por Redação Belo Horizonte/MG
Carro autônomo já pode ser solicitado por aplicativo nos EUA
Crédito: Waymo/Divulgação

A Waymo, spin-off de carros autônomos do Google, anunciou nesta quarta-feira, dia 5, a inauguração do Waymo One, um serviço de transporte de passageiros por aplicativo. O projeto surgiu no Google em 2009 e se tornou uma empresa dentro da Alphabet em 2016.

A tecnologia está em testes nas ruas dos Estados Unidos há quase 10 anos e, agora, a empresa abre para mais pessoas o acesso aos carros autônomos. Um aplicativo semelhante ao Uber permite que os usuários selecionem um ponto de partida e de chegada. O resto do trabalho é feito pela tecnologia, que leva a pessoa para o local desejado.

Por enquanto, podem usar o serviço apenas pessoas convidadas por aquelas que participavam do programa de testes. O serviço está disponível na região central da cidade de Phoenix, no estado do Arizona, nos EUA. Além disso, por enquanto, os carros terão engenheiros da Waymo sentados nos bancos de motorista preparados para tomar o controle dos veículos em caso de emergência, embora os carros sejam capazes de circular sozinhos.

Cada viagem será cobrada por cartão de crédito, assim como no Uber, e o serviço estará disponível 24 por dia, sete dias por semana. Os carros da Waymo One serão equipados com tablets para que os ocupantes possam entrar em contato com a central da empresa para tirar dúvidas ou reportar algum problema.

Assista ao vídeo da apresentação do serviço:

#tecnologia#transporte#WaymoFavoritar

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.