Notícias

< voltar
12/Mar/2019 - 11:07 - Atualizado em 12/Mar/2019 - 11:47

Governo lança programa para impulsionar negócios tecnológicos para mulheres

Programa Empreendedoras Digitais vai capacitar, aproximadamente, 300 mulheres , fomentando o protagonismo feminino no ambiente de negócios e inovação


Por Redação Belo Horizonte/MG
O projeto foi criado com o intuito de promover o protagonismo feminino através do desenvolvimento de empresas de base tecnológica
Crédito: Pixabay

Na última semana, o Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) lançou em São Paulo, o Programa Empreendedoras Digitais.

O projeto foi criado com o intuito de promover o protagonismo feminino através do desenvolvimento de empresas de base tecnológica com a presença de mulheres, seja na sua fundação e/ou em cargos de liderança. O MCTIC estima que cerca de 30 startups surgirão a partir dele.

As propostas serão acompanhadas em um processo de pré-aceleração onde possam ser impulsionadas e terem negócios organizados ao final do programa. Serão aceitas propostas de todo o Brasil e os escolhidos receberão uma premiação.

A assinatura do acordo na capital paulista contou com as presenças do Ministro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, astronauta Marcos Ponte
Crédito: MCTIC/Divulgação

Para Paulo Alvim, secretário de Empreendedorismo e Inovação do MCTIC, o programa vem para ampliar o cenário atual da participação feminina no setor tecnológico. “Cerca de 20% da força de trabalho do mercado formal de tecnologia da informação é de mulheres, e nós queremos ampliar as oportunidades para este público e para as outras áreas tecnológicas”.

Para realizar a inscrição, acesse o site Empreendedoras Digitais.

Crédito: MCTIC/Divulgação



#empreendedorismofeminino#ProgramaEmpreendedorasDigitaisFavoritar

Fonte: MCTIC

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.