Notícias

< voltar
29/Nov/2018 - 17:11 - Atualizado em 29/Nov/2018 - 17:11

Iniciativa promove conexão entre startups e setor varejista de BH

Programa Varejo Inteligente, da CDL-BH, foi apresentado durante a Arena de Negócios, no FINIT Festival


Por Pedro Matos/SIMI Belo Horizonte/MG
Marcelo Costa, coordenador do Varejo Inteligente, explicou a metodologia do programa
Crédito: Fabio Veloso/SIMI

Com consumidores cada vez mais exigentes, as empresas do varejo têm explorado soluções inovadoras para se diferenciarem e permanecerem competitivas no atual cenário de constantes mudanças. Acompanhando essa tendência, em Belo Horizonte a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL-BH) criou o programa Varejo Inteligente para promover a conexão entre os varejistas e startups. O trabalho foi apresentado na Arena de Negócios, durante o FINIT Festival.

“A gente via uma distância entre os empresários tradicionais do varejo e as startups. Por isso sentimos a necessidade de fazer essa aproximação e conectar esses dois mundos”, explica Marcelo Costa, coordenador do programa, em entrevista para o Portal SIMI.

A ideia é fazer com que a aproximação entre o forte ecossistema de startups mineiro e o varejo possa resolver os principais problemas que retardam o desenvolvimento do setor. Fernando Cardoso, diretor comercial das ópticas Centro Visão, participou da capacitação do programa e da conexão com soluções inovadoras que aprimoraram a gestão da empresa. “Somos uma empresa com 30 anos de mercado e percebemos que no nosso segmento tem pouca inovação. Fizemos parceria com uma startup que nos ajuda na gestão estratégica da empresa”.

O Varejo Inteligente está em sua terceira edição e consiste em um programa de pré-aceleração com 10 semanas de duração em que as startups selecionadas participam de consultorias individuais e coletivas, para que possam desenvolver e evoluir seus modelos de negócio e ter maior conexão com o mercado varejista.

Marcelo Costa explica que a partir deste ano, a metodologia foi aprimorada e os empresários do varejo também começaram a ser capacitados para facilitar a inserção no ecossistema de startups. “Nas duas primeiras edições nós trabalhamos primeiro as startups e depois reunimos os empresários para validá-las. Dessa forma gerava conexões, mas quando começamos a capacitar os varejistas no mundo das startups, isso ficou muito melhor”.

A edição atual do Varejo Inteligente se encerra no dia 13 dezembro. A CDL espera inaugurar ainda neste ano um espaço destinado à promoção da inovação no varejo. O HUB será utilizado no programa a partir do ano que vem.

#startups#CDLBHFavoritar

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.