Notícias

< voltar
05/Jan/2018 - 10:35 - Atualizado em 05/Jan/2018 - 13:06

'Neurocientista' de 7 anos faz sucesso ensinando ciência na internet

Ainda que esteja na escola primária, Amoy Antunet Shepherd, tem ambições grandiosas: quer ser neurocirurgiã


Por Redação
Crédito: Divulgação

"Hoje vamos ver como funciona um neurotransmissor chamado GABA". O sonho pode ser até ousado para uma criança de apenas 7 anos, mas Amoy Antunet já está dando os primeiros passos para realizá-lo. A garotinha já começou a dar aulas pela internet e seus vídeos são muito populares no Facebook.

"Não, não me refiro a Yo Gabba Gabba (série de televisão infantil norte-americana) , mas sim ao ácido gamma-aminobutírico", complementa, exibindo um sorriso. Dá prá acreditar? E ela sabe o que está falando e se comunica muito bem. Com uma explicação teórica digna de um professor universitário, mas com as palavras que usaria uma criança da sua idade, Amoy também mostra seu laboratório nas gravações.

"Estes são meus tubos de ensaio", diz, apontando para pequenos cilindros. "E estes são meus béquers (recipientes de vidro usados em laboratório)", acrescenta, mostrando os instrumentos para a câmera. Tudo é registrado pelo pai. "Aqui estão minhas provetas. E estes são alguns dos meus microscópios", detalha ainda.

A menina é apaixonada por conhecimento, por isso já tem esse interesse desde novinha. "Eu gosto de ciência porque sempre há algo a aprender. Sempre está mudando", conta a pequena à BBC.

Sobre seus planos para o futuro, Amoy adianta que gostaria de um dia virar neurocirurgiã, para ajudar a pessoas com transtornos neurológicos, e também de ter seu próprio programa para que as crianças aprendam sobre ciência.

É incontestável que o talento da menina desperta surpresa e fascinação por parte dos adultos. Apesar disso, alguns comentários na rede social sugerem que seu pai, Davin Antonio Shepherd, talvez tenha feito pressão demais para transformá-la em uma estrela da internet.

Mas o pai se defende das críticas: "Não se pode pressionar alguém a aprender algo que não quer aprender", disse ele em entrevusta à BBC. E ainda completa que a apoiaria em qualquer área. "Ela é muito apaixonada por ciência. Se quisesse ser cozinheira, eu cozinharia com ela. Mas quer fazer experimentos científicos. E sempre foi muito fácil para mim ajudar a alimentar sua paixão."

#ciência#internet#AmoyAntunet#neurocientista#pequenacientistaFavoritar

Fonte: BBC

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.