Notícias

< voltar
28/Fev/2019 - 11:42 - Atualizado em 01/Mar/2019 - 09:36

Prêmio José Reis vai agraciar profissional que atua com divulgação científica

Interessados podem se inscrever até o dia 22 de abril pelo site da iniciativa


Por Redação Belo Horizonte/MG
Crédito: CNPq/Divulgação

Um dos mais tradicionais reconhecimentos da divulgação científica no Brasil chega à sua 39ª edição. Em 2019, o Prêmio José Reis, concedido pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), será dedicado à categoria “pesquisador ou escritor” que tenha atuação significativa como divulgador da Ciência, Tecnologia, Inovação para o grande público.

O vencedor/vencedora recebe R$ 20 mil, diploma e passagem aérea, além de hospedagem para participar da 71° Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), em julho deste ano, em Campo Grande (MS).

Na ocasião, o agraciado ministrará conferência sobre o conjunto dos seus trabalhos durante a programação da Reunião Anual da SBPC.

As inscrições estão abertas até o dia 22 de abril de 2019. Para se inscrever, o candidato deve enviar a ficha de inscrição disponível no site do Prêmio.

Quem foi José Reis?

Instituído em 1978, o Prêmio é uma homenagem ao médico, pesquisador, jornalista e educador José Reis, que teve uma grande atuação no fortalecimento da divulgação científica no Brasil.

Reis foi um dos fundadores da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) e de sua revista “Ciência e Cultura”. Manteve, por 55 anos, uma coluna no jornal Folha de S. Paulo.

Em 2018, ganhou uma biografia e um site sobre seu acervo. A obra José Reis: caixeiro-viajante da ciência foi produzida com base no acervo do cientista, composto por cerca de 9.500 itens, sob a guarda da Casa de Oswaldo Cruz (COC/Fiocruz).

Já o site Acervo José Reis explora o vasto legado do autor nas diversas áreas em que atuou.

Sobre o Prêmio

Há mais de 40 anos, o Prêmio José Reis vem cumprindo sua missão de revelar e reconhecer grandes nomes que contribuem significativamente para a divulgação científica no país.

Anualmente, é escolhido um nome em uma das três categorias, que se revezam:

  • Jornalista em Ciência e Tecnologia
  • Instituição e Veículo de Comunicação
  • Pesquisador e Escritor

Todos os candidatos devem ter contribuído, significativamente, para a formação de uma cultura científica e por tornar a Ciência, a Tecnologia e a Inovação conhecidas da sociedade.

A escolha é feita por uma Comissão Julgadora, designada pelo Presidente do CNPq, composta por seis membros, sendo 3 de sua livre escolha e 3 indicados pelas seguintes entidades: Associação Brasileira de Editores Científicos (ABEC), Associação Brasileira de Jornalismo Científico (ABJC) e SBPC.

#pesquisa#inovação#tecnologia#ciênciasFavoritar

Fonte: Minas Faz Ciência

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.