Notícias

< voltar
07/Mar/2018 - 09:00 - Atualizado em 06/Mar/2018 - 11:53

Shell selecionará soluções inovadoras para setor de óleo e gás

Inscrições podem ser feitas até 30 de abril por startups de todo o Brasil


Por Redação
Crédito: Shell do Brasil/Divulgação

A Shell do Brasil e o Edital de Inovação para a Indústria estão selecionando ideias e soluções inovadoras e tecnológicas com com possibilidade de aplicação no setor de óleo e gás. Podem se inscrever para o edital startups, micro e pequenas empresas e microempreendedores individuais de todo o Brasil.

A iniciativa, que integra o programa Shell Startup Challenge Brasil, visa identificar projetos tecnológicos em fase inicial que possam ajudar na digitalização do setor, que tende a transformar as indústrias de petróleo e gás por meio da automação, otimização dos processos e da análise de dados de big data.

O edital será dividido em três etapas. Na primeira fase, os participantes têm até 30 de abril para preencher os formulários e produzir um vídeo com um pitch de até três minutos sobre a solução. Serão selecionadas 10 startups para a segunda etapa que consistirá em um workshop ministrado pelo Sebrae no Rio de Janeiro no dia 5 de junho.

A avaliação final acontecerá nos dias 21 e 22 de junho, no Rio de Janeiro. Três projetos serão selecionados por uma banca de especialistas globais da Shell e dos Institutos Senai de Inovação para desenvolver uma prova de conceito por 12 meses e poderão receber até R$ 830 mil para ajudar na solução.

Após esse prazo, a Shell vai decidir se incluirá os projetos na sua carteira de tecnologia para desenvolvimento futuro.

O Edital de Inovação para a Indústria é uma iniciativa do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e do Serviço Social da Indústria (Sesi).

#inovação#tecnologia#startup#edital#ShellFavoritar

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.