Notícias

< voltar
11/Jan/2019 - 15:03 - Atualizado em 11/Jan/2019 - 15:34

Startup cria plataforma para conectar ONGs e doadores

Aplicativo Denário oferece aos usuários a possibilidade de realizar doações de forma mais rápida e segura


Por Redação Belo Horizonte/MG

As organizações não governamentais (ONGs) têm um importante papel na sociedade, caracterizadas, principalmente, por ações de solidariedade e em defesa dos direitos de minorias e pessoas em condições de vulnerabilidade social. Mas mesmo diante da relevância do Terceiro Setor, captar recursos continua sendo o principal desafio dessas instituições.

Com o objetivo de facilitar a conexão entre doadores e ONGs, uma startup brasileira criou uma plataforma que permite aos usuários realizarem doações pelo smartphone. Batizado de Denário, o aplicativo é simples e utiliza a localização para identificar instituições cadastradas próximas ao doador. Mas também é possível filtrar a busca por área de atuação, por exemplo.

Atualmente, o Denário atua com instituições dos seguintes segmentos: crianças, idosos, animais, mulheres, socioesportivo, religioso, meio ambiente e integridade/ética. Ao selecionar a instituição de seu interesse, o usuário decide qual é a quantia que ele deseja doar e pronto. A ideia é acabar com a burocracia e permitir que o doador ajude quando quiser.

Além disso, a startup aposta na transparência, garantindo ao usuário a informação de como a sua doação foi aplicada pela instituição escolhida. A expectativa é que, dessa forma, as pessoas desenvolvam o hábito de apoiar as ações das ONGs através das doações, ainda que sejam de pequeno valor.

O Denário ajuda, ainda, a dar visibilidade para as instituições que talvez ainda não tenham tanto reconhecimento do público. Estreitando essa relação das ONGs com o público, o aplicativo visa aumentar o potencial quantitativo das doações e diminuir os gastos das instituições com outros meios de captação, como os pedidos de contribuições por telemarketing.

O app está disponível para as instituições que desejam aparecer nas listas para doações. Não há nenhum custo de adesão e todo o processo para o cadastro também é muito simples. Basta preencher um formulário disponível no site do projeto. A equipe do Denário valida o cadastro e orienta cada instituição sobre os próximos passos para já começar a receber as doações dos usuários.

Leia também: Startup mineira fecha parceria inédita para ajudar o Criança Esperança

#inovação#tecnologia#startup#terceirosetorFavoritar

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.