Notícias

< voltar
14/Set/2016 - 16:52

Startup mineira incentiva carona no Dia Mundial Sem Carro

Zumpy pretende incentivar a carona solidária em BH com promoção aos motoristas em postos de gasolina


Por Franco Serrano/SIMI

No dia 22 de setembro, para comemorar o Dia Mundial Sem Carro e para incentivar a carona solidária, uma startup mineira, desenvolvedora do aplicativo Zumpy, lançou uma ação interessante. Motoristas que utilizam o aplicativo e que possuem pontuação suficiente poderão comprar gasolina com preço bem abaixo da média em BH.

Uma vez que carona paga é considerada crime no Brasil, a startup criou um sistema de descontos e benefícios para quem dá e recebe carona isentando, assim, ambas as partes de qualquer movimentação financeira. Dessa forma, a empresa acredita que pode reduzir o movimento de carros na cidade. Estima-se que com a campanha, cercas de 1,5 mil novos usuários passem a utilizar o aplicativo.

Segundo a empresa, a solução está há dois anos no mercado, não possui fins lucrativos, e conta com mais de 50 mil usuários cadastrados no sistema, sendo que nele já foram realizadas mais de 70 mil caronas, neste período. Calcula-se que, através das caronas oferecidas, 1.226 toneladas de CO² deixaram de ser lançadas na atmosfera.

Carona solidária grátis e sem complicação

A ideia do aplicativo surgiu quando empresário André Andrade, diretor da empresa mineira desenvolvedora de softwares Visual Virtual, tomou conhecimento dos números alarmantes sobre o trânsito em BH e sua tendência de crescimento exponencial. Buscando aumentar o potencial de transporte que já está sendo utilizado e para driblar esse problema foi criado o Zumpy, dentro do conceito de mobilidade sustentável.

Utilizar o Zumpy é muito fácil, basta os caroneiros ou os motoristas interessados baixarem o aplicativo na AppStore ou na PlayStore e se cadastrar.

#inovação#abstartup#aplicativo#diamundialsemcarro#caronaFavoritar

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.