Notícias

< voltar
16/Nov/2017 - 10:48 - Atualizado em 16/Nov/2017 - 11:34

Startups do Programa Varejo Inteligente iniciam processo de incubação na CDL/BH

Durante oito semanas elas receberão consultorias para o desenvolvimento e aceleração de seus negócios


Por Redação
Crédito: Divulgação/CDL-BH

Durante evento realizado na última segunda-feira, 13/11, na sede da Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH), foram divulgadas as cinco startups selecionadas para a segunda fase do Programa Varejo Inteligente. Além da premiação de R$ 10 mil que cada uma recebeu, a partir de agora elas serão incubadas diretamente pela CDL/BH, onde receberão acompanhamento de uma equipe de profissionais multidisciplinar da  instituição e da Wyllinka, com foco no desenvolvimento do negócio de cada uma.

As startups Bagy, HiPosition, Price Survey, Exato e MoneyObra  foram selecionadas de acordo com os resultados apresentados na fase de pré-aceleração do Varejo Inteligente, seguindo critérios como comprometimento com o programa, engajamento, assiduidade, perfil do empreendedor, capacidade da equipe, cumprimento das tarefas, evolução do nível de maturidade, validações com o mercado, aderência do negócio proposto ao mercado, entre outros pontos.

A princípio, as cinco startups permanecerão incubadas na CDL/BH por oito semanas. Nesse período, será realizado o amadurecimento do negócio de cada startup, que envolve o aprimoramento do produto, da solução de cada uma e da forma como ela se relaciona com o mercado. As startups receberão consultoria individualizada, na qual terão apoio intensivo dedicado à interação com a equipe de Novos Produtos da instituição, com o objetivo de potencializar sua inserção no mercado.

Startups encerram Varejo Inteligente com saldo positivo

Durante a fase de pré-aceleração, as 20 startups que participaram do programa foram colocadas em contato com diversos empresários e empreendedores para que suas soluções fossem validadas pelo mercado. No início do programa, das 20 startups, oito entraram apenas com ideias; oito estavam testando suas soluções; e quatro já comercializavam sua solução.

Crédito:Divulgação/CDL-BH

Confira abaixo os perfis das startups selecionadas para incubação na CDL/BH:

Bagy
A Bagy é um marketplace integrado com o Instagram que permite que o lojista crie seus produtos a partir de fotos do seu feed, inserindo detalhes e preço. Ao curtir uma foto no Instagram que seja um produto Bagy, o usuário passa a acessar o item também na aba Favoritos do app. Também é possível navegar diretamente no Bagy, rolando o “feed” ou usando filtros de busca.

HiPosition
Uma plataforma que permite ao lojista enviar informações, promoções anúncios via bluetooth para clientes em potencial. O aplicativo envia notificações aos usuários cada vez que estiverem perto de um ponto comercial equipado com um iBeacon.

Price Survey
Oferece uma ferramenta de gestão nas Pesquisas de preços internas ou em concorrentes. Através da leitura do código GS1(antigo EAN) e utilizando as câmeras de celulares, a ferramenta identifica automaticamente o produto, permitindo o registro do valor de venda e transmissão.

Exato
A Exato Soluções é uma empresa jovem com foco em fornecer soluções simples para controles gerenciais, fiscais e financeiros, atendendo a demandas de gestão e conciliação de vendas, além do controle do faturamento de loja pelo acompanhamento automático de notas e cupons fiscais, com várias aplicações para varejistas, franqueadores, shopping centers, clubes etc. A Exato busca agregar valor às informações gerenciais, com base em dados confiáveis e rápidos.

MoneyObra
Uma plataforma inovadora para transformar a cadeia da construção civil, conectando clientes, profissionais, varejo e distribuidores. Por meio do Money Obra o cliente pode realizar orçamentos e estabelecer todo o cronograma de sua obra.

#startups#incubação#varejointeligente#CDLBHFavoritar

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.