Notícias

< voltar
01/Mar/2019 - 11:30 - Atualizado em 01/Mar/2019 - 11:37

Tecnologia será forte aliada da segurança durante o Carnaval de Minas Gerais

Forças de Segurança Pública vão utilizar reconhecimento facial, drones, câmeras com visão noturna, entre outras soluções


Por Redação Belo Horizonte/MG
Monitoramento por drones será realizado durante Carnaval de BH
Crédito: Gil Leonardi/Imprensa MG

A tecnologia será uma forte aliada da segurança no Carnaval de 2019, em Minas Gerais. As forças de Segurança Pública do Governo de Minas traçaram um planejamento para garantir o bem estar dos foliões e da população em geral, durante os dias de festas. Estratégia envolve drones, câmeras com visão noturna, entre outras soluções tecnológicas.

Para quem vai curtir a folia em Belo Horizonte, o destaque está na atuação de duas carretas do Centro Integrado de Comando e Controle Móvel (CICC Móvel), uma superestrutura tecnológica que reúne sistemas de segurança pública, integrando profissionais de diferentes corporações, além de contar com câmeras que alcançam até cinco quilômetros, com visão térmica e noturna.

Os agentes vão ter o suporte ainda do reconhecimento facial e da detecção de objetos para realizar o monitoramento em um raio de até cinco quilômetros no entorno das unidades móveis. A ideia é usar a tecnologia para reconhecer suspeitos e identificar armas e objetos cortantes.

Outra inovação importante do trabalho da Polícia Militar neste ano será a utilização de sete drones para patrulhamento aéreo ininterrupto. Além da captação de imagens com alta precisão e possibilidade de sobrevoo na chuva e à noite, os drones receberão giroflex que servirão para inibir eventuais delitos.

Carnaval no interior

Enquanto as carretas móveis estarão focadas nos pontos mais sensíveis de BH, a sala de situação do Centro Integrado de Comando e Controle Regional (CICCR/MG) vai reunir 22 instituições, entre elas Sesp, PM, PC, Polícia Rodoviária Federal, CBTU e Infraero, em plantão de 24 horas para monitoramento de incidentes em todo o estado. Será possível monitorar mais de 1.200 câmeras, com abrangência na Região Metropolitana de Belo Horizonte, rodovias como BR-040, BR-381 e MG-010, além de aeroportos e outros ambientes no interior do Estado.

Foram mapeados os principais shows e festividades de Carnaval em MG e, a partir de sexta-feira, o CICCR também vai acompanhar, simultaneamente, 115 eventos distribuídos pelas 19 Regiões Integradas de Segurança Pública (Risps), com o apoio do Painel Integrado de Eventos de Segurança Pública (Piesp) - tecnologia que estreou no ano passado para gerenciar os acontecimentos em tempo real.

O sistema, desenvolvido pela Sesp, reúne, em um feed de notícias, minuto a minuto, informações e comandos de trabalho e de solução de problemas para os profissionais dos 22 órgãos. O Piesp vai possibilitar o acompanhamento instantâneo de todas as ocorrências com georreferenciamento exato de onde cada problema acontece.

Bloqueio de celulares

A Central de Bloqueio de Celulares (Cbloc) também foi reforçada para o Carnaval. Assim que o cidadão registrar a ocorrência de eventual furto ou roubo de seu celular, o aparelho poderá ser inutilizado imediatamente.

Fotomonitoramento de blocos

O Corpo de Bombeiros também está inovando em 2019. A corporação promoveu o cadastro online dos blocos de rua e fará o fotomonitoramento do público para aferir a real quantidade desses foliões. Assim, os agentes poderão atuar caso seja constatado excesso de público em determinados locais, por exemplo, reduzindo o risco para a população.

Crédito: Gil Leonardi/Imprensa MG

Mobilidade para mulheres

A startup Venuxx, plataforma digital de mobilidade urbana exclusiva para mulheres, acaba de disponibilizar um novo recurso para reforçar a segurança das usuárias, especialmente no Carnaval: o reconhecimento facial.

Com a novidade, o app que funciona como um “Uber” exclusivo para mulheres, vai atrelar o rosto das motoristas e passageiras ao CPF, confirmando a identidade das usuárias. Assim que o cadastro é aprovado, a tecnologia da Venuxx passa a monitorar em tempo real o rosto que está na frente do celular.

O objetivo é prevenir que condutoras e clientes sejam vítimas de fraudes, roubos e furtos, em especial no Carnaval. O aplicativo opera em Porto Alegre (RS), Belo Horizonte (MG) e em São Paulo (SP) com mais de 40 mil usuárias cadastradas, e espera um crescimento da demanda nos dias da folia.

A PM também promete uma atenção especial para prevenir e punir a importunação sexual. A corporação está divulgando as campanhas “Meu corpo não é público” e “Troco seu ‘elogio’ por respeito”. O comércio e a rede hoteleira também receberão 100 mil panfletos com dicas importantes de segurança. Entre as dicas estão a utilização de doleiras para guardar o celular sempre à frente do corpo e o uso de crachás com contatos por crianças. O efetivo destinado a combater crimes contra às mulheres será duplicado durante o carnaval.

#CBMMG#VenuxxFavoritar

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.