Notícias

< voltar
08/Jan/2019 - 14:30 - Atualizado em 08/Jan/2019 - 14:50

Tem um negócio? A Finep vai investir até R$ 30 milhões em startups

Segunda rodada do edital 2018 vai receber inscrições até 28 de fevereiro


Por Redação Belo Horizonte/MG

Estão abertas as inscrições para a segunda rodada do edital de 2018 do programa Finep Startup, que visa alavancar empresas de base tecnológica em fase final de desenvolvimento de produto ou que precisem ganhar escala de produção, com viabilidade comercial comprovada. As startups interessadas podem se inscrever até 28 de fevereiro, por meio do site do programa.

Serão escolhidas até 30 empresas promissoras que vão receber até R$ 1 milhão, cada, e poderão conseguir no futuro um novo aporte de até R$ 1 milhão, conforme a evolução do plano de negócios. Além disso, a Finep vai aportar conhecimento e recursos financeiros via participação no capital de empresas com faturamento anual de até R$ 4,8 milhões.

As startups concorrentes precisam ter protótipo MVP, prova de conceito ou, preferencialmente, já estarem realizando as primeiras vendas. Ou seja: não se enquadram propostas em fase de ideia ou pesquisa.

O processo de seleção será composto por três etapas: avaliação de plano de negócios (eliminatória e classificatória); banca avaliadora presencial (eliminatória e classificatória); e visita técnica e avaliação de documentação jurídica (eliminatória).

O programa busca preferencialmente startups das seguintes áreas: agritech, Building Information Modeling (BIM), cidades sustentáveis, defesa, economia criativa, jogos eletrônicos, educação, energia, fintech, healthtech, mineração, petróleo e química.

Também podem concorrer empresas que desenvolvam soluções nas seguintes tecnologias habilitadoras: Biotecnologia, Blockchain, Inteligência Artificial, Internet das Coisas (IoT), Manufatura Avançada, Microeletrônica, Nanotecnologia e Realidade Aumentada, Realidade Virtual e Realidade Mista.

Lançado em junho de 2017, o Finep Startup surgiu para preencher a lacuna entre o primeiro investimento que uma startup recebe (geralmente em torno de R$ 100 mil e realizado, por exemplo, por investidores-anjo) e o aporte feito por meio de um Fundo de Seed Capital (em torno de R$ 3 milhões), dependendo do grau de maturidade da empresa.

#empreendedorismo#inovação#startup#investimentoFavoritar

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.