Notícias

< voltar
10/Dez/2018 - 09:43 - Atualizado em 10/Dez/2018 - 10:21

Três startups vão trabalhar em desafios do setor público

Desafios de Avaliação de Bens Imóveis e de Mobilidade foram colocados pela Seplag em programa executado em parceria com o Fiemg Lab


Por Renato Carvalho/SIMI Belo Horizonte/MG
Programa selecionou três startups para dois desafios do setor público
Crédito: Renato Carvalho/SIMI

A Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag) apresentou, na última sexta-feira, dia 7, o demoday do seu desafio de inovação aberta, o Seplag Challenge. O programa foi executado em parceria com o Fiemg Lab e as empresas selecionadas tiveram uma imersão de 12 semanas com servidores da subsecretaria de Gestão Logística e Patrimônio da Seplag.

O Seplag Challenge buscou soluções para dois desafios de alto impacto na gestão pública. A iniciativa tinha como objetivo apoiar o desenvolvimento e validar soluções que apresentassem diferenciais tecnológicos com ganhos reais de produtividade na administração pública.

O primeiro desafio, Avaliação de Bens Imóveis, buscava soluções que possibilitassem a avaliação de imóveis de forma dinâmica, com menores custos e maior agilidade. Atualmente, o Governo de Minas Gerais tem mais de 12 mil imóveis e, desse total, mais de quatro mil estão com suas avaliações desatualizadas. Devido ao tamanho do estado, a avaliação desses imóveis se torna difícil.

Já o segundo desafio, Mobilidade, buscava soluções que possibilitassem identificar e realizar deslocamentos de pessoas em serviço com maior eficiência, considerando os modais disponíveis. O estado conta com 22 mil veículos oficiais, sendo 4,8 mil dedicados a transporte administrativo e com 70% de ociosidade.

Soluções

Para o desafio Avaliação de Bens Imóveis, a Kapputo foi selecionada. A startup conta com uma ferramenta automatizada de avaliação de imóveis e conta com mais de 18 milhões de imóveis cadastrados em seu sistema. Segundo Guilherme Paiva, CEO da empresa, a startup oferecerá diversos benefícios para a gestão pública, como o conhecimento de seu patrimônio; a facilidade na gestão dos imóveis; a melhora do planejamento; menor custo de avaliação; e a maior eficiência para o Governo.

Guilherme Paiva, CEO da Kapputo, apresentou a solução da empresa para o desafio Avaliação de Bens Imóveis
Crédito: Renato Carvalho/SIMI

Já para o desafio Mobilidade duas startups foram selecionadas. A Wiimove e a Pick’n’Drive apresentaram soluções distintas, mas complementares. A primeira elaborou uma plataforma de controle de utilização de frota própria do Estado e serviços de terceiros, como ônibus, automóvel, trem e avião, priorizando a eficiência em tempo, custo, segurança e a possibilidade de compartilhamento do transporte entre servidores. Já a Pick N’Drive apresentou um sistema de aluguel imediato de veículos, que utiliza login para liberar a utilização do carro, assim como ocorre com as bicicletas compartilhadas.

Marcos Vinícius, da Wiimove, mostrou como controla a utilização da frota própria de forma eficiente
Crédito: Renato Carvalho/SIMI

As soluções serão desenvolvidas e implementadas em 2019.

#inovação#startups#negóciosFavoritar

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.