Notícias

< voltar
15/Jan/2018 - 10:30 - Atualizado em 16/Jan/2018 - 10:34

Apps de entretenimento são os mais baixados no Brasil

Levantamento da BigData Corp. confirma que aplicativos no Brasil precisam ser gratuitos. Somente 0,12% dos downloads são de aplicativos pagos


Por Redação

Um levantamento realizado pela BigData Corp., encomendado pelo PayPal Brasil, mostrou que os aplicativos de celular mais baixados pelos brasileiros são de entretenimento, representando 8,5% do total de downloads. Em seguida, educação (8,43%), estilo de vida (6,51%) e música e áudio (6,33%) fecham a lista dos primeiros colocados do ranking.

Desta lista, todos têm uma característica em comum: são gratuitos! Apenas 0,12% dos apps baixados no país são pagos. Além disso, o relatório aponta que apenas 9,13% dos aplicativos têm mais de 100 mil downloads, o que indica que a maior parte é utilizado por nichos específicos de mercado.

Em geral, os aplicativos em oferta no Brasil agradam: 55,71% dos usuários pontuam seus apps com as notas 4 e 5; e outros 22,58% com as notas 3 e 4. Apenas 6,25% dos brasileiros dão notas abaixo de 3.

Por fim, vale destacar que o brasileiro ainda não tem o hábito de deixar comentários com críticas, elogios e análises sobre os apps. Segundo o estudo, 69,39% dos apps têm menos de 50 comentários no Brasil. Os mais populares, com mais de 50 mil comentários, representam 0,54% do total.

Para realizar a pesquisa, a BigData Corp. realiza um processo de captura de dados da internet que prevê o processamento de 7 petabytes semanalmente, extraídos de 20 milhões de sites brasileiros, dos quais são obtidas informações estruturadas e seus links.

Contexto

Segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2016, 92,3% dos domicílios havia pelo menos um morador com aparelho celular ou smartphone.

O número de smartphones em uso no Brasil deve atingir a marca de 236 milhões em 2018, segundo análise da FGV-SP. Portanto, é natural esperar que o mercado de apps também cresça, seguindo o sucesso do universo mobile.

#pesquisa#aplicativos#smartphone#downloadsFavoritar

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.