Notícias

< voltar
09/Jan/2017 - 10:37 - Atualizado em 09/Jan/2017 - 14:16

B2Log, o “Uber das mercadorias”, chega a capital mineira

Serviço de entrega será inaugurado este mês em Belo Horizonte


Por Redação Belo Horizonte
Semelhante ao sistema do Uber, a B2Log conecta motoristas e seus carros particulares a clientes
Crédito: Reprodução/Facebook


No ano passado, os Correios anunciaram que seu sistema de entrega rápida, o Sedex, deixará de existir a partir deste mês. No entanto, algumas startups desenvolveram sistemas que irão suprir a demanda da população, como é o caso da B2Log, que irá instalar uma filial na capital mineira ainda este mês.

Com três anos de operação em São Paulo, a B2Log é um marketplace especializado em logística que se autodenomina como o “Uber das mercadorias”.  A empresa começou a operação utilizando veículos de carga de terceiros, mas a partir deste ano passa a operar, também, com carros de passeio, além de expandir seu negócio para todas as capitais das regiões Sul e Sudeste. Em BH a previsão de chegada é para este mês.

Segundo o CEO da empresa, Juca Oliveira, a inclusão de carros de passeio no serviço de entrega sempre foi o objetivo da B2Log. Mas, quando a empresa entrou em operação, o mercado de seguro de cargas ainda não estava aberto para esse modelo, o que dificultou o processo. Após três anos de mercado, a empresa conseguiu negociar com as seguradoras, de forma que os carros de passeio também poderão oferecer o serviço de transporte de mercadoria com segurança. Segundo ele, a nova modalidade já está em teste em São Paulo desde setembro do ano passado e atua com 15 carros.

Mesmo não revelando o valor do investimento na expansão, o CEO garante que o novo modelo e a ampliação para mais cidades devem quadruplicar o faturamento da B2Log este ano em relação a 2016. “No ano passado faturamos R$ 2,5 milhões e este ano queremos crescer quatro vezes. Atualmente, nossa base conta com 100 carros em São Paulo e nossa meta é chegar a 300 no Sul e no Sudeste”, frisa.

Antes de desembarcar de fato em Belo Horizonte, o CEO disse que a empresa chegou a operar em fase piloto e a análise do mercado mineiro foi muito positiva. “Não tivemos dificuldade de encontrar mão de obra em Belo Horizonte, diferentemente de outras cidades como o Rio de Janeiro”, diz. Ele afirma que, inicialmente, a B2Log vai operar na capital por meio de um hub de parceiro, mas a ideia é abrir uma operação na região central da cidade.

O “Uber” da mercadoria

Semelhante ao sistema do Uber, a B2Log conecta motoristas e seus carros particulares a clientes. Nesse caso, os clientes são empresas, e-commerces ou empreendedores que precisam do serviço de entrega de mercadoria. Em seguida, a empresa disponibiliza um veículo de carga para buscar a mercadoria e levá-la ao seu hub na cidade.

De lá, a mercadoria é despachada para entrega por meio dos carros particulares. De acordo com Oliveira, as mercadorias transportadas pela empresa devem ter no máximo 50kg e o cliente pode optar por duas modalidades de entregas: no mesmo dia e no dia seguinte.

Com uma tarifa inicial de R$ 6,50, o preço varia de acordo com o perfil da carga, o local e a modalidade de entrega escolhida. No entanto, Oliveira garante que os preços são mais competitivos que o dos Correios e, “na maioria das entregas, batemos o preço de outras grandes empresas de logística”.

Além disso, o CEO destaca que o modelo é uma ótima opção para os motoristas, que encontram na plataforma mais uma oportunidade de geração de renda. De acordo com Oliveira, o motorista da B2Log pode faturar entre R$ 2.500 a R$ 3.500 mensais. 

       

#belohorizonte#marketplace#B2Log#logística#entregaFavoritar

Fonte: Diário do Comércio

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.