Notícias

< voltar
11/Nov/2016 - 16:51 - Atualizado em 12/Nov/2016 - 09:18

Bitcoins: falta de regulamentação no país gera insegurança nas empresas

Moeda digital, que ainda é pouco aceita no Brasil, tem cotação atual de R$ 2.400


Por Renato Carvalho/SIMI Belo Horizonte
André Horta, fundador da BitCoinToYou, ao lado do caixa eletrônico de Bitcoins
Crédito: UNA 360

O futuro das transações bancárias não será feito em real, dólar ou euro e sim em bitcoins, aposta de André Horta, fundador da BitCoinToYou. A moeda é um sistema de pagamento online baseado em protocolo de código aberto, independente de autoridade central.

A moeda é bem valorizada. As cotações atuais estão em torno de R$ 2.400 para cada bitcoin. Mas é possível comprar parcelas pequenas, como R$ 10. Isso porque o bitcoin tem oito dígitos, então é fácil de fracionar.

Um dos empecilhos para a difusão da moeda no país, no entanto, é a falta de regulamentação. “Isso afasta os comerciantes e empresas maiores. Eles estão esperando a regulamentação para adotar o bitcoin como forma de pagamento”, disse Horta.

Lá fora, no entanto, a situação está mais avançada. “Pelas vantagens que o bitcoin oferece, as empresas conseguem dar desconto para o consumidor final que fizer o pagamento com a moeda digital”, explicou.

As principais vantagens são o fato de o pagamento ser sempre à vista, o que melhora o fluxo de caixa da empresa, e também a segurança. Não há fraudes com estornos. “O vendedor não corre o risco de fazer a venda, enviar o produto e depois não receber o dinheiro”, disse Horta.

#bitcoin#CPUAI#CPMG#pagamentosFavoritar

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.