Notícias

< voltar
16/Jun/2017 - 08:00 - Atualizado em 13/Jun/2017 - 15:29

Bots facilitam a gestão de processos jurídicos

Tecnologia reduz custo e otimiza processos geridos na internet


Por Redação Belo Horizonte

Os robôs ganham cada vez mais espaço na internet. Automatizando tarefas que seriam feitas por pessoas, esses bots são capazes de realizar diversas operações, desde auxiliar algum usuário em um chat de bate-papo, fornecendo informações, até vendendo produtos.

No meio jurídico os bots também já estão sendo usados gerando benefícios. Além de buscar movimentações de processos, os robôs conseguem ajudar em novas ações, em peças em processos eletrônicos, na inserção de dados em sistemas jurídicos, na auditoria de processos ativos e encerrados, detecção de padrões de fraudes, entre outras ‘habilidades’.

Diante disso, a TWT Info, em conjunto com o escritório Azevedo Sette Advogados, desenvolveu um projeto de bots para uma das maiores cadeias varejistas do país, que precisava auditar sua carteira de processos cíveis em busca de ações encerradas.

O banco de dados da empresa apontava que dezenas de milhares de processos estavam ativos. Fazer uma auditoria manualmente demandaria mais de 16 mil homens/hora, o que tornaria o processo inviável.

Segundo o diretor da TWT Info, Marco Flavio Neves, os bots ajudaram a otimizar a produção da empresa. “Os e-robôs buscaram informações nos tribunais onde a varejista tinha ações cíveis ativas e, com base em uma série de premissas criadas pela equipe jurídica, indicaram as ações encerradas, tempo do encerramento e informações secundárias importantes das ações ativas, como as que já tinham acordos homologados”, disse.

A equipe do escritório revisou as informações para garantir a exatidão exigida pelo projeto. Ao final, mais de 10% da carteira foi baixada e, em relação aos processos ativos, quase 7% deles já havia acordo homologado.

Marco ressalta, ainda, que quanto maior o volume de operações a serem realizadas por uma empresa, mais interessante é o custo do uso dos robôs. “Traz um resultado qualitativo superior e geralmente em um prazo menor”, explicou.

#tecnologia#juridicoFavoritar

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.