Notícias

< voltar
08/Ago/2016 - 14:54 - Atualizado em 23/Abr/2018 - 15:27

Empreendedores britânicos trocam experiências com participantes do Startup Games 2016

Empresários do Reino Unido compartilharam suas histórias de sucesso com as equipes participantes


Por Paula Isis

Durante os jogos Rio 2016, a competição vai além do Parque Olímpico. Empreendedores e investidores de vários países, como Chile, Reino Unido, Venezuela, Brasil e Estados Unidos, estão concentrados no Parque Lage, casa oficial do governo britânico na Cidade Maravilhosa, para participar da segunda edição do Startup Games - a Olimpíada de Startups.

Quem fez as honras da casa, surgindo do terraço do Parque Lage, foi Andrew Humphries, co-fundador da The Bakery, primeira aceleradora dedicada ao mercado de publicidade e marketing do mundo. Em seguida, Joanna Crellin, Cônsul-Geral britânica de São Paulo e Diretora-Geral do UK Trade & Investiment, começou o dia afirmando que “o Startup Games 2016 vai recriar o ecossistema de negócios do Reino Unido, na British House Rio.”

Já no auditório, Andrew retoma a fala para explicar como irá funcionar os dois dias da competição, e deixa logo uma dica: “espero que cada uma das equipes faça, ao longo do evento, pelo menos cem pitches.

Em seguida, quem sobe ao palco é Eileen Burbidge, sócia na Passion Capital e primeira ministra de negócios do grupo consultivo do Reino Unido. Ela explana sobre a presença de diversas nacionalidades em Londres, o que torna a cidade uma das melhores para desenvolver negócios internacionalmente. Disse, também, que o fato da capital inglesa proporcionar grande exposição de novos negócios para investidores, bancos e empreendedores de todo o mundo, foram fatores essenciais para a escolha do local onde sua empresa fora criada.

Respirando o universo de empreendedorismo desde os 7 anos de idade, Michael Acton-Smith, co-fundador e CEO da Mind Candy, dona do jogo Moshi Monsters, começou vendendo pedras, mas logo percebeu que isso não o levaria a lugar algum. Só começou a ter sucesso quando percebeu que para isso seria necessário manter as coisas simples. Comparou a vida de um empreendedor a uma montanha russa, cheia de altos e baixos, o que exige foco e persistência: “continue perseverando. Não deixe que uma falha te empeça de seguir sua jornada. O sucesso definitivamente não acontece da noite para o dia”.

Durante o intervalo de cada palestra, as startups se reuniram com investidores e demais participantes, em busca de troca de experiências e atração de investimentos, de acordo com a dinâmica do jogo. Serão premiadas aquelas que souberem administrar melhor o seus investimentos e, também, aquela que receber o maior aporte financeiro. O objetivo principal do Startup Games é gerar conexões, ampliando a rede de networking e fortalecer os novos negócios. Quer saber mais sobre as regras do jogo, clique aqui.

*Com colaboração de Daniele Cardoso e Matheus Fonseca

 

 Favoritar

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.