Notícias

< voltar
13/Mar/2018 - 10:19 - Atualizado em 19/Abr/2018 - 16:03

Escola de Engenharia da UFMG inova na grade curricular

TV SIMI foi até à faculdade conhecer de perto como as mudanças do ensino estão preparando os profissionais para o futuro


Por Paula Isis/SIMI
Crédito: Lucas Nolasco

Durante o III Seminário Engenheiro do Futuro, realizado entre 8 e 9 de março, a TV SIMI foi até a Escola de Engenharia da UFMG para saber como a universidade tem trabalhado questões como cidadania, empreendedorismo e gestão com seus alunos inovando a grade curricular.

A escola já é referência em inovação. Desde o centenário, celebrado em 2011, a instituição tem passado por intensas mudanças, tornando o ensino mais humano e trazendo mais gestão, pesquisa, bem-estar e prática para seus alunos.

O Engenheiro do Futuro tem como objetivo repensar os modelos de ensino oferecidos pelos cursos de Engenharia no país atualmente, além de proporcionar a troca de experiências entre instituições e agentes envolvidos no ensino da engenharia no Brasil e no exterior.

Durante os dois dias de evento, palestras com grandes nomes do empreendedorismo, como Ken Singer, diretor-geral de empreendedorismo da Universidade de Berkeley e David Goldberg, autor do livro "A New Whole Enginner", e rodas de discussões instigaram os alunos a propor uma nova perspectiva sobre o profissional de engenharia.  

“Mais do que preparar o 'engenheiro do futuro', precisamos preparar o engenheiro do presente. Ele precisa estar preparado para lidar com o momento atual que nossa sociedade está vivendo”, ressalta o diretor da Escola de Engenharia, Alessandro Moreira.

Quer saber como a Escola de Engenharia tem realizado esta mudança nos alunos? Então aperte o play no vídeo da TV SIMI:

#ufmg#escoladeengenhariadaufmg#inovaçãonoensino#ensinodeengenhariaFavoritar

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.