Notícias

< voltar
04/Jan/2017 - 13:42 - Atualizado em 04/Jan/2017 - 16:18

Finep receberá mais de R$ 200 milhões para investir em inovação

Serão oferecidos créditos a empresas privadas interessadas em financiar ações inovadoras


Por Redação Belo Horizonte
Parte dos editais ligados à transferência já estão em processo de elaboração
Crédito: Divulgação/MCTIC


Buscando estimular investimentos em pesquisa no setor de telecomunicações, o Conselho Gestor do Fundo para o Desenvolvimento Tecnológico das Telecomunicações (Funttel) vai repassar R$ 200,5 milhões para a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep).

Durante a assinatura do novo contrato, o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab afirmou que houve um esforço do ministério para que essa transferência fosse consolidada ainda em 2016 “para que pudéssemos dar continuidade às ações da Finep e do Funttel, historicamente tão positivas para o nosso país". Durante a cerimônia, também estavam presente os presidentes da Finep, Marcos Cintra, e do Conselho Gestor do Funttel, Maximiliano Martinhão, que também é secretário de Política de Informática do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC).

Segundo Martinhão, os R$ 200,5 milhões se destinam a operações com recursos reembolsáveis. "A importância dessa parceria é a aplicação das melhores taxas do mercado pelo Funttel à Finep e, depois, pela Finep aos seus usuários. Isso favorece as empresas a promover inovação no setor", avaliou.

O secretário citou ainda os investimentos do Funttel, via Finep, no Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações (CPqD), que quebrou o recorde mundial em área de transmissão óptica coerente sem repetição no mês de dezembro. Sediada em Campinas (SP), a instituição atingiu a marca de 403 quilômetros por meio de um link óptico. "Isso só foi possível graças à interação que existe do fundo e da financiadora com o CPqD", destacou.

Já o presidente da Finep, Marcos Cintra, destacou que a renovação da parceria permite reforçar as iniciativas relevantes ao País, por meio das quais "podemos ampliar o escopo das nossas atividades". "Em um momento de absoluta contenção de gastos e despesas, recebermos um apoio desse porte é significativo e certamente terá o seu efeito ampliado na medida em que identifiquemos projetos."

Cintra informou que parte dos editais ligados à transferência já estão em processo de elaboração e que, ao longo de 2017, serão realizados os chamamentos públicos. Além disso, o presidente da Finep informou que a instituição irá oferecer crédito às empresas privadas que eventualmente desejem financiamento para ações inovadoras. “E isso deve ser feito de imediato. Havendo demanda, já podemos avaliar projetos e, se enquadrarem dentro das finalidades determinadas pelo Funttel, poderemos lhes oferecer crédito em condições bastante privilegiadas."

#inovação#investimento#mctic#finep#aportoFavoritar

Fonte: MCTIC

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.