Notícias

< voltar
11/Set/2017 - 11:10 - Atualizado em 11/Set/2017 - 11:35

Hack Town reúne 3 mil pessoas em Santa Rita do Sapucaí

Festival foi realizado entre 7 e 10 de setembro, no Sul de Minas


Por Franco Serrano/SIMI Belo Horizonte
Ana Cortat falou sobre realidades sobrepostas, na abertura do Hack Town
Crédito: Franco Serrano/SIMI

Mais de 200 atrações, três mil pessoas em quatro quatro dias de evento. Palestras, grupos de discussão, workshops, oficinas, música. Santa Rita do Sapucaí não dormiu entre 7 e 10 de setembro. O Hack Town reuniu talentos inovadores de diversas áreas, como empreendedorismo, tecnologia, design, marketing, negócios e economia criativa, com uma programação que mesclou palestrantes de grandes empresas inovadoras com empreendedores disruptivos e independentes.

Este ano, na terceira edição do evento, a abertura oficial apresentou o keynote da publicitária, alumni da Singularity University e co-fundadora do Hybrid CoLab, Ana Cortat, sobre realidades sobrepostas. “Estamos vivendo um momento de grandes mudanças nas relações de poder. Gerald Hawkins diria que estamos vivendo os últimos anos antes do próximo Mindstep, um momento de transformação irreversível de paradigmas. Andei lá pela Singularity há quatro anos em busca de entender um pouco isso. Encontrei muito questionamento sobre onde já estávamos do ponto de vista tecnológico e pouco sobre onde estamos do ponto de vista humano”, afirmou a palestrante durante a divulgação de sua palestra.

Google Developers House

Outra grande novidade na edição deste ano foi a casa do Google. Uma casa onde o time de googlers da área chamada Developers Launchpad realizaram palestras e workshops para startups e desenvolvedores, apliando negócios, colaborando com startupers da região por meio de mentorias e fornecendo workshops de criatividade para todos os participantes do evento, além de shows todos os dias.

#hacktown#SantaRitaDoSapucaí#valedaeletronicaFavoritar

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.