Notícias

< voltar
13/Set/2017 - 00:43 - Atualizado em 13/Set/2017 - 10:33

Inseed anuncia empresa mineira que vai receber investimento de R$ 4,5 milhões

SVA Tech é a primeira investida de Minas Gerais no Criatec 3. Fundo tem R$ 190 milhões para aportar em 36 empresas


Por Alysson Lisboa Belo Horizonte
Para Roberto Fernandino - CEO da SVA Tech, o aporte do Criatec 3 vai permitir um crescimento mais rápido da empresa
Crédito: Simi/Divulgação

O Fundo Criatec 3, criado pelo BNDES e gerido pela Inseed Investimentos, anuncia aporte de R$ 4,5 milhões na SVA Tech - empresa especializada no desenvolvimento de soluções de vídeo analítico para o mercado de segurança eletrônica. O Criatec 3 foi lançado no ano passado e tem R$220 milhões sob gestão.

A empresa de segurança eletrônica SVA Tech atua em um mercado que teve crescimento médio anual de 17,5% nos últimos anos no Brasil, com expectativa de atingir R$ 3,7 bilhões em 2017.

Com atuação nacional, o Inseed Investimentos conta com 13 cotistas entre bancos de desenvolvimento, agências de fomento estaduais, corporações e investidores privados de todo o país. Em Minas Gerais, os investidores do fundo são o BDMG e a FAPEMIG.

Um mercado com grande perspectiva de crescimento futuro

A SVA Tech utiliza visão computacional, inteligência artificial e aprendizado de máquina em seu sistema. Tal combinação de hardware e software analisa imagens ao vivo provenientes do circuito interno de TV do cliente e identifica potenciais eventos de risco, permitindo que o usuário trabalhe de forma preventiva.

Para Roberto Fernandino - CEO da SVA Tech, o aporte do Criatec 3 vai permitir um crescimento mais rápido da empresa, melhor governança, expansão comercial, marketing, ampliação da infraestrutura e capital de giro. "A ideia é chegar em 2019 com faturamento de R$ 15 milhões. Já em 2017 devemos fechar o ano com um faturamento próximo a R$ 2 milhões", aponta o empresário.

Para o Head de Investimentos da INSEED, Pedro Drummond, a SVA Tech foi escolhida devido ao seu diferencial tecnológico, oferta de valor e bom ritmo de crescimento do setor. “O mercado brasileiro de Segurança Eletrônica teve crescimento médio anual de 17,5% nos últimos anos, com expectativa de atingir R$ 3,7 bilhões em 2017. Um mercado forte e grande comprador de inovação. A solução que a SVA Tech propõe tem grandes diferenciais, inclusive de diminuição de custo, já que tem uma capacidade preventiva que permite antecipação a eventos de risco e consequente redução de perdas e danos, além da tomada de decisão automática e assertiva, baseada em parâmetros pré-definidos pelo usuário”, completa.

Procura-se empresas inovadoras

Podem participar do Criatec 3 empresas estabelecidas no Brasil que desenvolvam tecnologias inovadoras e que tenham alto potencial de crescimento. Segundo Alexandre Alves, diretor da Inseed Investimentos, essas tecnologias devem oferecer forte barreira que impeça ou dificulte sua reprodução por outros players e também ser escalável.

O diretor ressalta ainda que são procuradas micro e pequenas empresas com faturamento líquido de até R$ 12 milhões, no ano anterior ao investimento. “O Criatec 3 tem como diretriz investir nos seguintes setores: Tecnologia da Informação e da Comunicação, Biotecnologia, Agronegócio, Novos Materiais e Nanotecnologia”, destaca Alexandre, lembrando que são setores prioritários, mas sem excluir outras áreas.

Para o Head de Investimentos da Inseed, Pedro Drummond, Minas Gerais é o segundo estado com o maior número de empresas investidas
Crédito: Simi/Divulgação

INSEED Investimentos

É uma gestora de recursos focada em empresas inovadoras com alto potencial de crescimento. A experiência adquirida, empreendendo negócios inovadores, e os resultados obtidos na gestão de fundos de Capital Empreendedor fazem da INSEED pioneira e grande especialista em empresas inovadoras em early stage no Brasil. A gestora gere e multiplica valor para investidores e empreendedores e estimula a cultura empreendedora em todo o país.

Mais informações e inscrições, clique aqui

#fapemig#inseed#criatec3Favoritar

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.