Notícias

< voltar
04/Dez/2017 - 13:38 - Atualizado em 04/Dez/2017 - 16:36

Minas lança fundo de R$ 50 milhões para empresas de base tecnológica criadas em universidades

Incentivo vai fomentar a cultura empreendedora e impulsionar o desenvolvimento de startups nos centros de pesquisa mineiros


Por Redação Belo Horizonte

As empresas de base tecnológica mineiras agora podem contar com um fundo de investimento para impulsionar seus negócios. Na última sexta-feira, 1º de dezembro, o governo de Minas Gerais lançou um Fundo de Investimentos em Participação (FIP) de R$ 50 milhões para empresas de base tecnológica desenvolvidas nos centros de pesquisa de universidades e institutos federais sediados em Minas Gerais. 

Chamado de Seed4Science, o fundo tem como objetivos fomentar a cultura empreendedora dentro dos institutos de ciência e tecnologia, catalisar o crescimento de startups e empresas inovadoras, estabelecer boas práticas de governança nas empresas investidas e potencializar a captação de novos investimentos.

Para Fernando Pimentel, o lançamento desse fundo de investimentos consolida a vocação de Minas Gerais para se tornar o estado mais empreendedor do Brasil. “ Com dinheiro do Estado e das instituições de fomento de pesquisa, o fundo vai proporcionar às startups, aos empreendedores jovens, especialmente os que estão saindo das incubadoras universitárias, aquele impulso inicial.

O governador também destacou que que o grande gargalo não é lá dentro da incubadora, é depois, “no momento em que você sai, vai para o mercado e tem dificuldades para obter um financiamento, alavancar aquilo que pode ser, no futuro, uma grande empresa, um grande negócio”, afirmou.

O investimento pelo FIP poderá ser, para cada empresa, de até R$ 700 mil, em uma primeira rodada, podendo chegar a R$ 3,5 milhões, em investimentos subsequentes. São passíveis de investimento empresas com faturamento anual de até R$ 4,8 milhões, voltadas prioritariamente para os setores de biotecnologia, nanotecnologia, internet das coisas e materiais avançados, bem como tecnologia da informação e comunicação (em especial as que desenvolvem soluções relacionadas a big data e machine learning).

O Seed4Science foi estruturado pelo BDMG e pela Fundep Participações (Fundepar) e contará como parceiros com a Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig), Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig), Fundação Arthur Bernardes (Funarbe) e Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa (Fundep). Mais informações sobre o Seed4Science pelo e-mail seed4science@fundepar.com.br ou no site www.fundepar.com.br.


#tecnologia#ciência#internetdascoisas#nanotecnologia#Seed4ScienceFavoritar

Fonte: Agência Minas

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.