Notícias

< voltar
19/Abr/2018 - 11:50 - Atualizado em 19/Abr/2018 - 12:25

Nasa lança telescópio espacial para encontrar novas Terras

Telescópio Tess buscará planetas em estrelas vizinhas ao sol


Por Pedro Matos/SIMI Belo Horizonte
Ilustração da Nasa apresenta telescópio espacial que buscará planetas em órbita de outras estrelas
Crédito: Divulgação/NASA

Nesta quarta-feira, dia 18 de abril, a Nasa lançou para o espaço um telescópio com o objetivo de encontrar planetas em estrelas próximas ao nosso sol. Batizado de Tess (sigla em inglês para Satélite de Pesquisa de Exoplanetas em Trânsito), o telescópio espacial foi proposto por um grupo de pesquisadores do MIT e financiado inicialmente pelo Google. Em 2011, o projeto foi acolhido pela Agência Espacial Americana.

O Tess será capaz de mapear 85% do céu visível aqui da Terra, o que corresponde a cerca de 200 mil estrelas entre 30 a 300 anos-luz do nosso planeta. Mais do que mapear planetas fora do sistema solar, os pesquisadores querem identificar ao menos 50 exoplanetas do porte da Terra em estrelas vizinhas.

A ideia é que o banco de dados produzido pelo Tess seja utilizado pela nova geração de equipamentos astronômicos, como o Telescópio Espacial James Webb, que está previsto para ser lançado em 2020. Dessa forma, os pesquisadores poderão estudar detalhes da atmosfera dos planetas identificados para descobrir, inclusive, se eles possuem potencial para serem habitados.

A técnica para descobrir exoplanetas será a mesma utilizada pelo Telescópio Espacial Kepler, lançado em 2009, que localizou quase 4 mil planetas em outras estrelas. Basicamente, os pesquisadores observam uma estrela por um período de tempo com o objetivo de perceber pequenas variações em seu brilho, ocasionadas pela passagem de um planeta à sua frente. Com essas informações, é possível determinar a órbita e o tamanho do astro descoberto.

Crédito: Nasa/Divulgação

No entanto, a missão Kepler se concentrou em uma única região do céu e encontrou exoplanetas em estrelas muito distantes do nosso sistema solar, o que dificultou a realização de análises mais detalhadas. Por isso, o Tess terá enfoque em objetos mais próximos do nosso planeta.

A Nasa produziu uma espécie de trailer da missão, que pode ser assistido abaixo. O áudio está em inglês, mas quem quiser pode ativar a tradução automática para português disponível no próprio YouTube.

O lançamento foi realizado pela SpaceX, utilizando seu famoso foguete Falcon 9, que volta ao solo após soltar o objeto no espaço. Foi o primeiro lançamento de um equipamento científico da Nasa feito pela empresa de Elon Musk. A missão Tess tem duração prevista de dois anos, mas com a possibilidade de ser estendida.

Veja também: Astronauta da NASA fará viagem só de ida para Marte

#MIT#tecnologia#ciência#astronomiaFavoritar

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.