Notícias

< voltar
17/Mar/2016 - 12:42

Núcleo em Uberaba cria projeto que ensina programação para crianças

Code Club Brasil UTEC oferece aulas gratuitas de programação para crianças a partir dos 6 anos


Por Paula Isis/SIMI

A molecada está mesmo conectada. Algumas crianças nem bem aprenderam a andar e já ficam encantadas por um tablet. O lado positivo é que essa geração, ligada na internet, está mais bem informada e relacionada. Com o objetivo de transformar essas crianças consumidoras em produtoras de tecnologias, a Associação de Empresas de Tecnologia da Cidade de Uberaba (UTEC) acaba de lançar o Code Club Brasil UTEC, uma rede mundial de clubes de programação para crianças.

A missão do Code Club Brasil é fazer com que as crianças, de 6 a 13 anos, da rede pública e privada, tenham a oportunidade de aprender a programar, ressalta uma das idealizadoras do projeto, Michelli Maldonado. “Isso contribuirá diretamente na difusão do raciocínio lógico. A ideia é criar diversos clubes de programação na cidade de Uberaba”, explica.

Inicialmente, foram criadas seis turmas com 25 alunos cada, em parceria com o “Projeto dos Meninos e Meninos”, uma iniciativa tem como objetivo principal a capacitação de crianças e adolescentes para ingresso ao mercado de trabalho. Com o Code Club, as crianças terão aulas semanais e gratuitas de programação.

Ainda de acordo com Michelli, todo o material didático será fornecido pelo Code Club Brasil e as aulas serão ministradas por professores voluntários. “Nós já tivemos um primeiro contato com as crianças e o encontro foi muito produtivo. Elas superaram as nossas expectativas e se mostraram muito interessadas em aprender tudo sobre programação”, conclui.

Segundo Guilherme Romero, técnico em eletrônica e também idealizador do projeto, alunos dos cursos de sistemas de informação de várias faculdades da cidade já fecharam parceria com a UTEC para as aulas. “Estamos muito satisfeitos com o projeto e acreditamos que, com essa contribuição, poderemos ajudar na construção de um futuro mais promissor para essas crianças”, destaca.

Para a mediadora do Núcleo de Tecnologia - UTEC, Anna Paula Batista, o desenvolvimento de projetos sociais dentro dos núcleos é uma conquista muito grande. “Essa é uma sementinha que o Núcleo de Tecnologia está plantando. Temos certeza que em breve teremos grandes programadores no mercado de trabalho, que passaram por esse projeto”, analisa.

*Com informações da ACIU
Mais informações no site: aciu.com.br

Leia também:
• Cobertura SIMI FOMS: confira tudo o que rolou no evento
• Currículo: mais de 1800 cursos gratuitos para dar um up na carreira
• Tecnologia proporciona mais segurança para as mulheres nas ruas
• MBA com metodologia inspirada em Harvard e Kellogg é oferecido Minas
Simi entrevista CEO da plataforma de cursos online de Harvard e MIT 

 Favoritar

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.