Notícias

< voltar
12/Jan/2021 - 00:00

Pesquisa da UFTM aborda efeitos da equoterapia em idosos

A pesquisa foi desenvolvida no Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde – PPGCS


Por Da Redação Minas Gerais
Pesquisa tem como objetivo de melhorar a eficiência mastigatória em idosos
Crédito: UFTM

Uma pesquisa desenvolvida na UFTM, no curso de mestrado do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde – PPGCS, demonstrou que a equoterapia promoveu efeito positivo no sistema estomatognático de idosos. O sistema estomatognático é um conjunto de estruturas bucais e associadas que desenvolvem funções comuns com a participação da mandíbula, como a mastigação, sucção, deglutição, tosse, comunicação, paladar, entre outros. O resultado do trabalho foi publicado recentemente em uma revista científica internacional, a PLOS ONE.

De acordo com os pesquisadores, o objetivo do estudo foi avaliar as alterações na eficiência mastigatória em idosos entre 60 e 79 anos, após um atendimento de equoterapia. O estudo contou com a participação de 17  indivíduos e foi realizado nos anos de 2016 e 2017 pela egressa do mestrado do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde – PPGCS, Edneia Corrêa de Mello, orientada pela pesquisadora Ana Paula Espindula e coorientada pelo pesquisador Vicente de Paula Antunes Teixeira.

De acordo com os pesquisadores,  a equoterapia reduziu a atividade dos músculos masseteres e temporais em todas as tarefas mandibulares estáticas e dinâmicas, promovendo  efeito positivo no sistema estomatognático de idosos,  pois houve menor recrutamento de fibras musculares, ou seja, menos fibras musculares sendo ativadas para desempenhar a mesma função mastigatória após o atendimento. Os resultados sugerem que a a equoterapia promove uma redução na atividade mioelétrica dos músculos mastigatórios dos idosos.

Mais detalhes? Acesse o site da UFTM. 

#UFTM#CiênciaEmMinasFavoritar

Fonte: http://www.uftm.edu.br/ultimas-noticias/2867-pesquisa-aborda-efeitos-da-equoterapia-em-idosos

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.