Notícias

< voltar
25/Jan/2018 - 16:00 - Atualizado em 25/Jan/2018 - 16:36

Pesquisadores mineiros desenvolvem embalagens sustentáveis

Produtos são criados a partir do processamento de resíduos da agroindústria


Por Redação Belo Horizonte

Imagem ilustrativa retratando as etapas da produção das embalagens
Crédito: Fapemig/Divulgação

O plástico é um dos grandes vilões do meio ambiente. Derivadas do petróleo, embalagens plásticas podem demorar até 500 anos para se decompor. Diante disso, um grupo de pesquisadores da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM), tem buscado novas estratégias para a produção de embalagens.

Coordenado pela engenheira de alimentos, Franciele Maria Pelissari, o projeto visa produzir embalagens sustentáveis a partir de resíduos agroindustriais provenientes de recursos abundantes e renováveis do bioma brasileiro.

Já foram realizados testes promissores utilizando o bagaço de cana-de-açúcar, a palha de milho e o bagaço da laranja. O próximo passo será avaliar o potencial do bagaço do malte, subproduto da indústria cervejeira, na produção das embalagens sustentáveis.

O processo consiste na produção de farelos com o processamento desses resíduos. A partir daí, é possível moldar bandejas, por exemplo, que já podem ser utilizadas após a secagem. O grupo de pesquisa do Laboratório de Materiais Verdes (Green Materials) ganhou, em 2015, o prêmio de Feira de Ciências e Inovações Tecnológicas (FEICINTEC), realizado pelo CREA–MG.

Leia também: Startup cria pratos descartáveis e biodegradáveis utilizando folhas de árvores

#pesquisa#inovação#ciência#sustentabilidade#UFVJMFavoritar

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.