Notícias

< voltar
11/Nov/2016 - 00:00 - Atualizado em 11/Nov/2016 - 14:14

Lemonade chega ao final de sua quinta edição e novidades são anunciadas

As startups Logmax e Adwizard serão aceleradas e já recebem aporte da Fundepar de R$ 80 mil cada


Por Alysson Lisboa/Simi Belo Horizonte

O time do Lemonade fechou com chave de ouro a quinta rodada do programa durante a Finit 2016

Crédito: Alysson Lisboa/Simi

O sonho de toda startup é transformar um projeto em realidade. E vencer uma competição é um sonho ainda maior. Ontem (10/11), as 20 equipes pré-aceleradas através do programa Lemonade realizaram seus pitches durante toda a tarde, em auditório lotado dentro da Arena de Negócios Codemig.

As startups Logmax e Adwizard serão aceleradas e já recebem aporte da Fundepar de R$ 80 mil cada. As empresas Mercatório, Trathus e Netware também avançam para a aceleração, mas sem investimento inicial. Para Aluir Dias, organizador do Lemonade, essa edição foi surpreendente porque os participantes apresentaram projetos muito sólidos. Pivotar (mudar um pouco os rumos do projeto) é comum dentro de um programa como esse. Porém, muitos startupers desanimam e até abandonam o projeto. “Nessa edição aconteceu o contrário. As empresas que pivotaram ficaram ainda mais fortes”, comemorou Aluir.

Novidades na sexta edição

Pela primeira vez, o programa ganha uma versão com foco em uma área específica do conhecimento. O Lemonade Healtcare e Wellness - negócios e tecnologias para a saúde e bem-estar quer dar luz às soluções voltadas para a área médica. Um dos apoiadores do programa, o médico oftalmologista Ricardo Guimarães ressaltou a importância do programa e a carência do setor médico para avançar no campo da inovação. O programa deve abrir inscrições no início de 2017.


San Pedro em destaque

Falar de inovação e startups sem falar de San Pedro Valley é praticamente impossível. A comunidade, que a princípio reunia jovens sonhadores há poucos anos, se transformou na segunda maior comunidade de startups do país com mais de 400 empresas, aceleradoras e grupos de investimento.

Para falar sobre o tema, Matt Montenegro recebeu o CEO da Hotmart, João Pedro Resende, e o CEO da Rock Content Edmar Ferreira, no auditório da Arena de Negócios. Na conversa descontraída, um pouco da história sobre o SPV. João recordou a dificuldade em trabalhar no escritório de 20 metros quadrados, sem janelas, e o descrédito da maioria das pessoas quanto ao futuro do negócio. Resistentes, tanto João Pedro quanto Edmar Ferreira, seguiram seus caminhos dividindo, cada qual com sua empresa, e conheceram o sucesso poucos anos depois.

Edmar Ferreira, da Rock Content; João Pedro da Hotmart; e Matt Montenegro, CEO do Barba Ruiva, conversaram um pouco sobre a comunidade San Pedro Valley

Crédito: Alysson Lisboa/Simi

O CEO da Hotmart fechou sua participação em uma palestra sobre a importância de uma cultura sólida nas startups. O convidado ressaltou a necessidade de um time forte para que as empresas consigam superar os desafios do setor. João destacou ainda que o espírito de equipe e a amor pelo trabalho são cruciais. Entre as crenças que a Hotmart acredita estão “os clientes nunca vão amar nossa empresa, se nosso time não amá-la antes” e “o melhor resultado vem quando a gente deixa o artista fazer sua arte”.

#finit#minasgerais#aceleração#lemonade#demoday#100OpenStartups#vencedoresFavoritar

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.