Notícias

< voltar
06/Jul/2017 - 11:34 - Atualizado em 06/Jul/2017 - 11:44

SIMI realiza, em parceria com o CEFET-MG, palestra sobre pitch em vídeo

Durante evento, participantes aprenderam a produzir pitchs de no máximo 3 minutos


Por Redação Belo Horizonte
O analista de inovação e empreendedorismo, Thales Linke, durante palestra no Cefet-MG
Crédito: Divulgação/Cefet

No mês passado, a Coordenação Geral de Divulgação Científica e Tecnológica do Cefet-MG promoveu a palestra “Noções básicas de como preparar um pitch de sucesso”. A atividade, direcionada aos professores e bolsistas que receberam recursos da Fundação de Amparo à Pesquisa de Minas Gerais (Fapemig), teve como objetivo explicar o que é, como pode ser feito e sugerir roteiros para a produção de pitchs (vídeos de curta duração, com no máximo três minutos) voltados para a divulgação de pesquisas.

A jornalista da Fapemig, Vívian Teixeira, e o analista de Inovação e Empreendedorismo do Sistema Mineiro de Inovação (SIMI), Thales Linke, foram os responsáveis pela palestra.
Thales ressaltou a importância da ciência conversar com todos os públicos. “A ciência não pode ser coisa de outro mundo. Ela é feita para todos, a linguagem deve atingir todos”, ressalta Thales.

Durante a palestra, eles apresentaram dicas de produção do vídeo, aspectos relacionados à iluminação e ruído e destacaram que até pelo celular é possível produzir um pitch de qualidade. “Tem que ter ideia de simplicidade, falar o essencial da pesquisa”, afirma Vívian.

A palestra faz parte das atividades do projeto “Institucionalização da Comunicação e divulgação da Ciência no âmbito do Cefet-MG” da DCT, contemplado na chamada da Fapemig de “Apoio a Estruturas de Comunicação”. O objetivo da chamada é oferecer apoio financeiro à implantação ou à consolidação dessas estruturas de comunicação de universidades públicas ou confessionais e de instituições de ciência e tecnologia (ICTs).

#empreendedorismo#inovação#fapemig#pitch#cefetmgFavoritar

Fonte: CEFET-MG

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.