Notícias

< voltar
01/Ago/2016 - 12:47 - Atualizado em 24/Abr/2018 - 11:55

Startup Games terá jogo de compra e venda de ações durante competição

No jogo, desenvolvido pela empresa mineira iOasys, participantes terão até 1 milhão de libras virtuais para investir nas startups


Por Paula Isis/SIMI


Um jogo de compra e venda de ações, desenvolvido especialmente para a edição brasileira do Startup Games, a Olimpíadas das Startups, promete agitar a vida das 50 startups que participarão da competição entre 8 e 9 de agosto, no Rio de Janeiro.

Criado pela empresa mineira iOasys, o jogo Startup Games, simula uma bolsa de valores e tem como objetivo principal promover networking entre os participantes de forma mais lúdica e descontraída, afirma Gilson Vilela Jr, CEO da empresa.

Cada um dos jogadores, das respectivas startups participantes, recebe um acesso. “Eles assumem dois perfis durante o jogo: de empresa/startup e de investidor. O game permite ao jogador conhecer outras empresas e arriscar seu capital, além de receber investimento”, explica Vilela Jr.

Cada empresa recebe 100 ações e 1 milhão de libras virtuais para investir nas outras startups durante as atividades. Ao final, a equipe do jogo que tiver mais ações, ou seja, receber mais investimento pelos outros participantes, será a grande vencedora.

“A ideia é que as startups façam networking e conheçam outras pessoas que vão estar no evento. Com isso, elas podem criar interesse pela ideia do outro e isso pode evoluir, saindo até do universo virtual”, ressalta.

Gilson explica também que o investidor conseguirá comprar ações de várias empresas. “O objetivo do investidor é ter um portfolio com várias empresas. Do outro lado, a empresa poderá decidir se quer aquele investimento ou não”.

O jogo que funcionará somente durante a edição brasileira do Startup Games. Além disso, o CEO adianta que o jogo vai ter varias surpresinhas, mas não quis entrar em detalhes.

Sobre a iOasys

iOasys é uma empresa que começou no circuito de Start-up de Belo Horizonte e atualmente já atendeu mais de 100 projetos nacionais e internacionais. Desde 2015 se encontra em processo de internacionalização, fazendo-se cada vez mais presente em Londres, Madri e Chile.

A iOasys surgiu em 2011 como Start-up. Fundada por 2 amigos que viam na tecnologia uma grande oportunidade de expandir seus negócios, aos poucos a iOasys expandiu no São Pedro Valley, a comunidade mineira de Start-ups e começaram os projetos. Um dos primeiros aplicativos desenvolvidos foi o Passa-Régua: um app para o bar, que auxilia pessoas na hora de fechar a conta no bar. O app foi um sucesso e a iOasys ganhou mais destaque em Belo Horizonte e expandiu para São Paulo e Rio de Janeiro.

Em outros países como no Chile a iOasys marca presença num programa criado pelo governo chileno, o Start-up Chile, que visa atrair investidores para alavancar as startups chilenas. A iOasys já está no país conquistando novos clientes. Essa participação rendeu projetos mobiles de investidores chilenos, alemães e londrinos.

Atualmente, os projetos internacionais estão ganhando espaço no cenário tecnológico e de investimento e o objetivo da empresa é se tornar referência nacional e internacional quando o assunto é aplicativo mobile de qualidade.

 Favoritar

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.