Notícias

< voltar
18/Mai/2018 - 07:00 - Atualizado em 18/Mai/2018 - 10:30

Startup mineira cria plataforma para automatizar análise de documentos

O processo, que pode levar dias quando feito manualmente, é realizado em segundos pelo sistema


Por Pedro Matos/SIMI

Abrir uma conta bancária pode parecer simples, mas não é raro encontrar pessoas que precisaram voltar duas ou mais vezes na instituição financeira até concretizar todo o procedimento. Com o objetivo de digitalizar e automatizar o processo de análise de documentos, uma startup de Belo Horizonte tem se destacado no mercado financeiro com uma plataforma que simplifica a abertura de contas, reduzindo custos e, principalmente, tempo.

A ideia da fintech Simply é permitir que os usuários possam passar pelas etapas “burocráticas” da abertura de contas sem sequer sair de casa. A plataforma da startup permite que instituições possam oferecer aos seus clientes uma verificação automatizada e quase instantânea de documentos. “Uma análise de documentos para abertura de contas em instituições financeiras, que pode durar até cinco dias se feita manualmente, é realizada em cerca de 60 segundos com nossa plataforma”, explica Caroline Gomes, responsável pela área de marketing da fintech.

A análise realizada pela plataforma é capaz de executar as mesmas funções que seriam desenvolvidas manualmente por um funcionário de um banco, por exemplo, consultando em base dados internas e externas. “Se o cliente faz a captura de um CPF, conseguimos verificar as informações na Receita Federal, consultamos se existe alguma restrição no Serasa ou SPC, verificamos se existem dados de contas anteriores no banco, entre outras tarefas”, detalha Caroline.

Ambiente interno da sede da startup, em Belo Horizonte
Crédito: Simply/Divulgação

A plataforma fica integrada aos sistemas dos clientes corporativos, funcionando no background de sites e aplicativos de instituições financeiras, realizando toda a verificação e análise de documentos. “A gente costuma dizer que o que o cliente vê é apenas a ponta do iceberg. Existe uma análise muito profunda por trás de toda a plataforma”.

Atualmente, a Simply presta serviço para 15 instituições financeiras de todo o país, mas o objetivo é expandir também para outros segmentos, como saúde, certificação digital e construção civil. Recentemente, a startup participou do Link One, da Unimed BH, e foi uma das selecionadas para fechar contrato com a empresa. Em junho, a Simply vai participar da CIAB FEBRABAN, em São Paulo, como uma das startups parceiras da Microsoft no Brasil.

#inovação#tecnologia#startup#mercado#automatizaçãoFavoritar

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.