Notícias

< voltar
31/Mai/2016 - 14:00

Startup mineira inova com imobiliária do futuro

Benvenuto usará realidade virtual para visitação de imóveis


Por Redação Belo Horizonte

Baixa profissionalização dos corretores, alto custo de comissão e atraso na inovação e tecnologia no setor imobiliário são alguns dos motivos que levaram o CEO da Benvenuto, Rafael Milagre, a perceber a necessidade de inovar e criar uma nova plataforma para compra e venda de imóveis.

Foi assim que em 2014 nasceu a startup, que atua como uma imobiliária online e propõe uma nova experiência de negócios de imóveis. Isso porque, com uma operação quase 100% digital, a empresa consegue dispor mais recursos para os profissionais da área. Na startup, o corretor de imóveis trabalha com plano de carreira e uma comissão que chega a ser duas vezes maior que a atualmente praticada pelo mercado. Tanto o comprador quanto o vendedor também podem ser premiados com 10% do valor da comissão em produtos. Com dois meses de operação, a empresa já conta com oito agentes em Belo Horizonte.

Uma nova experiência
No dia 4 de junho às 11h, a empresa fará a apresentação do produto juntamente com uma empresa parceira, a Lar360. A startup desenvolveu uma ferramenta em que seus clientes poderão, antes mesmo de qualquer contato com a imobiliária ou o dono do imóvel, sentir parte da experiência do que é, de fato, estar caminhando dentro do espaço.

A empresa irá usar os óculos que acoplado no celular permite que o usuário caminhe dentro do espaço virtualmente. A solução é também utilizada por várias outros mercados como o de games.

O evento acontece no FarEast, na região do Olhos D'água em Nova Lima (cidade próxima à Belo Horizonte) e conta com as parcerias da Lar360, FarEast e da gigante em soluções de software TOTVS no dia 4 de julho de 11 às 17 horas. Outras informações no site do evento.

*Com informações de DINO e Benvenuto

 Favoritar

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.