Notícias

< voltar
29/Jan/2018 - 17:00 - Atualizado em 29/Jan/2018 - 17:55

Startup Moeda vai financiar 18 negócios no Brasil

Empreendimentos são localizados em áreas rurais do país e devem cumprir um dos objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas


Por Redação Belo Horizonte

A startup Moeda, uma plataforma de financiamento cooperativo que utiliza blockchain, anunciou que vai investir US$ 1,5 milhão em 18 empreendimentos localizados em áreas rurais do Brasil.

Todos os beneficiários são cooperativas de agricultores rurais. Os empreendimentos vão atender a pelo menos um dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Organização das Nações Unidas (ONU) e vão receber seus financiamentos por meio de uma parceria entre a Moeda e a Unicafes (União Nacional das Cooperativas de Agricultura Familiar e Economia Solidária).

O investimento em cada projeto varia de US$ 6 mil a US$ 520 mil e levará em conta necessidades específicas de cada empreendimento. O financiamento será destinado a elementos centrais de cada negócio, como por exemplo, construção de instalações para processamento de alimentos e equipamentos, painéis solares, transporte com sistema de refrigeração e capital de giro.

“Este é o primeiro passo para mobilizar uma assistência no local dos empreendimentos, gerando assim sustentabilidade financeira para as comunidades economicamente excluídas”, explicou a CEO da Moeda, Taynaah Reis.

Entre os selecionados estão as Cooperativas de Agricultura Familiar do Vale do Itajaí e de Lebon Régis, em Dona Emma e Lebon Regis, respectivamente, ambas em Santa Catarina. A primeira vai receber US$ 520 mil para a construção de uma bioindústria de produção agroecológica, beneficiando mais de 250 moradores locais. Já a segunda, de Lebon Regis, vai receber US$ 205 mil para construir, equipar e fornecer capital de giro para uma panificadora que tem somente mulheres como proprietárias.

Sobre a Moeda

A Moeda foi fundada por Taynaah Reis, Isa Yu, Athena Diaconis, Alex Todaro e Brad Chung em 2017, após um hackathon promovido pelas Nações Unidas. Na ocasião, o modelo de negócios da Moeda foi o vencedor. Logo após o desafio, a equipe da Moeda arrecadou US$ 20 milhões em sua oferta inicial de moeda virtual (da sigla em inglês, ICO). Parte desse recurso foi transferido para um fundo rotativo que vai fornecer investimentos de impacto social.

#sustentabilidade#startup#ONU#financiamento#apoio#ODSFavoritar

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.